Tubarão

Após o susto, a boa notícia. A prefeitura de Tubarão conseguiu estender o prazo para reapresentar o projeto final da sobras de macrodrenagem da região da margem esquerda do Rio Tubarão. A nova data: 22 do próximo mês.

Na reunião entre gestores da prefeitura de Tubarão e representantes da Caixa Econômica Federal (CEF), ficou acertado também que a empresa Prosul, contratada pela prefeitura para elaborar o projeto, irá rever o documento e apresentar as informações complementares solicitadas na semana passada pela CEF.

O novo prazo, garante o secretário de planejamento da prefeitura, Edvan Nunes, não vai alterar o cronograma da obra e nem põe em risco o repasse dos R$ 4,5 milhões destinados à obra pelo governo federal. O projeto de macrodrenagem compreende a construção de três estações elevatórias a fim de minimizar os constantes alagamentos registrados nos bairros Humaitá de Cima, Dehon, Morrotes e Vila Elisa.