Carolina Carradore
Tubarão

O vento parecia soprar a favor e a intenção da secretaria de segurança e trânsito da prefeitura de Tubarão era colocar em prática, ainda esse ano, um projeto inovador, que intensificaria a fiscalização no trânsito: trata-se da locação de equipamentos como radares, furões e lombadas eletrônicas. Um investimento de aproximadamente R$ 1 milhão.

O edital chegou a ser lançado, mas foi impugnado por apresentar irregularidades. A informação é da secretaria de meios e suprimentos da prefeitura, que não especifica quais são estas irregularidades. A concorrência foi lançada no dia 6 de maio. A abertura dos envelopes com as propostas estava agendada para o dia 25 do mês passado.

Mas o prazo nem chegou a ser cumprido. O edital foi impugnado antes. Agora, a única saída é iniciar um novo processo de licitação, mas não há prazo para isso ocorrer. O certo é que neste ano os equipamentos de controle de velocidade não serão locados.
O projeto prevê a adequação de 20 lombadas eletrônicas nas principais avenidas da cidade.

Quem passar do limite de velocidade permitido ou ultrapassar o sinal vermelho, será multado. Os dois radares previstos para serem locados seriam para a Guarda Municipal. Os furões – uma espécie de câmera fotográfica acoplada ao semáforo -, também fazem parte do pacote. O projeto previa a instalação de sete equipamentos deste tipo nas ruas mais movimentadas do centro da cidade.