Tubarão

Após o Notisul publicar uma matéria na edição do fim de semana sobre a forte onda de violência que ocorre em Laguna, com um satisfatório índice de casos solucionados (85%) nas tentativas de homicídio e assassinatos, a cidade voltou a registrar cenas de terror e pânico. A Polícia Militar foi acionada, por volta das 3 horas deste sábado, em uma danceteria na SC-436, no bairro Jardim Juliana.

Quando a guarnição chegou ao local, um jovem de 22 anos estava caído no chão, no pátio do estabelecimento, com cerca de cinco perfurações na cabeça e três no ombro. À Polícia Militar, os seguranças relataram que o autor dos disparos fugiu em um veículo preto. 

Durante a ação, uma mulher também foi atingida na perna e levada pelo Corpo de Bombeiros Militar para o Hospital Senhor Bom Jesus dos Passos, e não corre risco de morrer.  Já o rapaz está na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Nossa Senhora da Conceição (HNSC), em Tubarão.

A Cidade Juliana lidera o ranking de crimes neste ano na região. São 12 assassinatos e 14 tentativas de homicídio com esta última. Depois vem Imbituba e Tubarão com quatro mortes cada uma, seguidas de Sangão, Capivari de Baixo, Jaguaruna, Braço do Norte e Pedras Grandes, com um homicídio em cada.