Zahyra Mattar
Laguna

A primeira das três licitações para a implantação da SC-100, entre Laguna e Jaguaruna, com um ramal para o Farol de Santa Marta, já tem resultado. É esperado apenas o prazo legal para eventuais recursos para que a homologação ocorra. A empresa Setep, de Criciúma, será a responsável pela execução do serviço de asfaltamento do trecho de 15,540 quilômetros entre a balsa, em Laguna, e a Barra do Camacho, em Jaguaruna.

Já a A. Mendes, de Gravatal, terá a missão de pavimentar, com lajotas, os 2,280 quilômetros de acesso ao Farol de Santa Marta, em Laguna. A licitação foi aberta no dia 10 do último mês pelo Departamento Estadual de Infraestrutura (Deinfra).
Em paralelo, seguem ainda os certames referentes à escolha da empresa que irá elaborar o plano básico ambiental, exigido pelo Instituto Chico Mendes (ICM-Bio) à liberação da obra, e a que irá efetuar as fiscalizações dos trabalhos de pavimentação nos dois lotes.

A meta do estado é iniciar as obras nos dois lotes ainda este ano. Contudo, será necessário esperar a finalização do período eleitoral para que as ordens de serviço sejam entregues. Isto deverá ocorrer na primeira quinzena de novembro.

Ainda não está definido de onde a obra começará, se na parte da balsa ou se na Barra do Camacho. Esta parte da obra contará com a elevação do leito da estrada em mais de um metro de altura, acostamento lateral, pista multiuso para pedestres e ciclovia com 2,5 metros de largura de um lado e de 1,5 metro do outro. Tanto o lote 1 quanto o 2 compreendem serviços de drenagem.

A interpraias

A SC-100 é um dos trechos integrantes de um projeto muito antigo do governo do estado: a efetivação da chamada rodovia Interpraias. O projeto visa interligar o litoral sul catarinense por uma rodovia turística, entre Laguna e Passo de Torres, na divisa com o Rio Grande do Sul.

O projeto foi dividido em cinco lotes. O primeiro a ficar pronto foi o trecho 4: a estrada do Camacho, cuja inauguração ocorreu em outubro do ano passado. O segundo será a parte referente a Laguna (trecho 5). Os três primeiros lotes não têm previsão de quando serão feitos.

Resumo • Edital 68/2010

Objeto: Execução de serviços de coordenação, supervisão, controle e de subsídios à fiscalização de obras na rodovia SC-100.
Preço máximo: R$ 2.623.529,97. Prazo: 365 dias.
Participantes habilitadas: Engevix Engenharia e Prosul – Projetos, Supervisão e Planejamento.
Como está o processo: As propostas de preços foram abertas terça-feira à tarde. Agora, é feita a análise pela comissão permanente de licitações do Deinfra. O resultado deverá ser anunciado na próxima semana.

Resumo • Edital 37/2010

Objeto: Execução do Plano Básico Ambiental exigido no processo de licenciamento ambiental do projeto de implantação e pavimentação da rodovia SC-100.
Preço máximo: R$ 4.487.515,51. Prazo: 730 dias.
Participantes: Prosul – Projetos, Supervisão e Planejamento e MPB Saneamento.
Como está o processo: Devido à alta complexidade das exigências ambientais, e consequentemente das propostas das empresas participantes, a comissão permanente de licitação ainda analisa as propostas técnicas para a habilitação das empresas. Depois disso, será feita a abertura dos envelopes com os preços sugeridos pelas participantes (ou participante, já que tudo dependerá do resultado da atual fase da licitação). Um resultado também é aguardado para a próxima semana.

Resumo • Edital 67/2010

Objeto: Execução dos trabalhos rodoviários de terraplenagem, pavimentação asfáltica, drenagem, obras-de-arte corrente, sinalização e obras complementares na rodovia SC-100.
Preço máximo: R$ 24.359.736,77. Prazo: 365 dias.

Lote 1
Pavimentação asfáltica dos 15,540 quilômetros entre a balsa, em Laguna, e a Barra do Camacho, em Jaguaruna.

1º lugar
• Empresa: Setep Construções • Valor: R$ 20.929.047,40
2º lugar
• Empresa: Construtora Triunfo
• Valor: R$ 21.055.402,29
3º lugar
• Empresa: Engeplan
• Valor: R$ 21.309.134,44
4º lugar
• Empresa: Castellar
Engenharia
• Valor: R$ 21.337.273,72
5º lugar
• Empresa: Infrasul
• Valor: R$ 21.414.505,30
6º lugar
• Empresa: Empreiteira Fortunato
• Valor: R$ 21.484.563,97
7º lugar
• Empresa: Sulcatarinense
• Valor: R$ 21.488.771,94
8º lugar
• Empresa: Confer Construtora Fernandes
• Valor: R$ 21.520.244,66

Lote 2
Pavimentação com lajotas dos 2,280 quilômetros referentes ao acesso ao Farol de Santa Marta, em Laguna.

1º lugar
• Empresa: A. Mendes
• Valor: R$ 2.770.115,66
2º lugar
• Empresa: Confer Construtora Fernandes
• Valor: R$ 2.782.173,95
3º lugar
• Empresa: Setep Construções
• Valor: R$ 2.782.479,97
4º lugar
• Empresa: Engeplan
• Valor: R$ 2.800.632,76
5º lugar
• Empresa: Castellar Engenharia
• Valor: R$ 2.814.752,79
6º lugar
• Empresa: Empreiteira Fortunato
• Valor: R$ 2.814.898,28
7º lugar
• Empresa: Esteio Pavimentação e Construção
• Valor: R$ 2.824.672,84
8º lugar
• Empresa: Sulcatarinense
• Valor: R$ 2.835.684,61