Zahyra Mattar
Tubarão

Hoje, um dos principais desafios de Tubarão é a organização do trânsito. A frota do município é de 74.378 veículos. Em contrapartida, há pouco menos de 97 mil habitantes, conforme o último censo do IBGE.
A arquitetura da cidade também não ajuda: as ruas são estreitas, há poucas pontes para travessia do rio na região central da cidade e o transporte público não é satisfatório, entre outras questões complicadas para serem solucionadas a curto prazo.

Além disso, a cultura da população é outro fator que acentua o problema. Tudo fica no centro da cidade. Ainda que atualmente os bairros possam empreendimentos como mercados, farmácias e outros serviços, o centro da cidade é preferência.
Todas estas questões, entre outras, culminam em situações que poderiam ser melhor organizadas. Com o intuito de gerar maior segurança para os pedestres e, consequentemente, melhorar o fluxo de veículos na principal avenida da cidade, a Marcolino Martins Cabral, o vereador Deka May (PP) sugere a construção de passarelas suspensas.

Ele aponta dois pontos onde o equipamento poderia ser disposto. O primeiro é na avenida Marcolino, em frente do supermercado Giassi. O outro é na SC-438, nas proximidades da rua Manoel Miguel Bittencourt (do presídio feminino).
“O custo vale o benefício. A medida é relativamente simples e vai melhorar muito estes dois pontos, onde, avalio, são extremamente complicados em nossa cidade”, pontua o parlamentar. Ainda não existe um projeto do município neste sentido.