Tubarão

O projeto de um Hospital Regional e o fortalecimento da representação do legislativo na Amurel foram os assuntos que dominaram a pauta de uma reunião inédita na região. Os presidentes de 11 das 17 câmaras de vereadores da região reuniram-se ontem à noite, em Tubarão.

A ideia de reunir os líderes surgiu de uma conversa entre o presidente do legislativo de Tubarão, João Fernandes (PSDB), e os presidentes das câmaras de Laguna e Imbituba. “Temos que pensar no futuro da região, na necessidade de um novo hospital. O reitor da Unisul, professor Ailton Nazareno Soares, disse que há a possibilidade da universidade ser parceira dessa iniciativa com o hospital escola. Seria um espaço para a realização de exames e pesquisas”, revela João.
Os presidentes apoiaram a iniciativa. “Acredito que podemos aprofundar a discussão e buscar mais dados sobre a demanda de cada município”, sugere o presidente da câmara de Imbituba, Cristiano Lopes (DEM).

Outra liderança que aderiu à luta pelo Hospital Regional é o prefeito de Tubarão, Manoel Bertoncini (PSDB). “Pensar em mais um hospital para a região é importante, logo, lutaremos por outro hospital. Na saúde, a demanda é maior do que a oferta. Como médico, vejo essa necessidade e estarei engajado nesta campanha”, afirma Bertoncini.

Associação
Além do Hospital Regional, outro assunto que também estará na pauta da próxima reunião (pré-agendada para 3 de junho, em Imbituba) é a definição sobre a adesão à Amurel ou à União dos Vereadores da Amurel (Uverel). Os vereadores ficaram encarregados de conversar com seus respectivos prefeitos e ‘bater o martelo’ sobre isso em junho. “Acredito que seria bom se pudéssemos utilizar uma estrutura que já existe e se for necessário podemos pensar em aumentar o repasse que os municípios fazem para a Amurel”, propõe a presidenta da câmara de Rio Fortuna, Arlete Bloemer (PT).