Grão-Pará

Depois de perder a disputa há quatro anos devido aos critérios de desempate, Valdir Dacorégio (PMDB) conquistou a prefeitura de Grão-Pará. Ele e Estevão Guizoni fizeram 2.728 votos, o equivalente a (53,48%). Em 2004, na disputa com Amilton Ascari (DEM), os dois levaram exatamente 2.270 votos, e Dacorégio perdeu por ser dois anos mais jovem do que o outro concorrente.

O outro candidato, Élio Muller Bratti (DEM), recebeu 2.373 votos (46,52%). A diferença entre eles é de 355 votos. Valdir irá governar com apoio da câmara de vereadores. Dos eleitos, cinco são candidatos de sua coligação, formada por PSDB, PMDB, PPS e PT.
Em Grão-Pará, dos 5.384 eleitores, 166 não participaram do pleito, o equivalente a 3,08%.

Eleitos em Grão-Pará

Prefeito Eleito: Valdir Dacorégio (PMDB).
Vice-prefeito: Estevão Guizoni (PMDB).
Número de votos: 2.728 (53,48%).

Candidato a prefeito: Élio Muller Bratti (DEM).
Candidato a vice-prefeito: Waldair Ângelo Alberton (PP).
Número de votos: 2.373 (46,52%).

Vereadores eleitos
Rosana de Oliveira Souza (PMDB) – 459 votos (8,96%).
Vitório Orbem Perin (PP) – 358 votos (6,99%).
Miro (PP) – 318 votos (6,21%).
Clederson Hilman (PMDB) – 313 votos (6,11%).
Osni Jose Kulkamp (PSDB) – 304 votos (5,94%).
Lelo (DEM) – 301 votos (5,88).
Vilmar Brand (DEM) – 300 votos (5,86%).
Clésio Della Giustina (PMDB) – 245 votos (4,78%).
Jaime Perin (PT) – 164 votos (3,20%).

Número de eleitores: 5.384.
Abstenções: 166 (3,08%).
Comparecimento: 5.218 (96,92%).