Karen Novochadlo
Tubarão

O Carnaval, quem sabe, seja uma das festa mais tradicionais da cultura popular brasileira. O ano nem acabou e os municípios já estreitam os caminhos para organizar um reinado digno de Momo. As escolas de samba de Imbituba e Tubarão já solicitaram recursos ao governo do estado para a confecção de fantasias e alegorias.

Em Tubarão, o prefeito Manoel Bertoncini (PSDB), o secretário de indústria e comércio Estêner Soratto Júnior, e a diretoria da Liga das Escolas de Samba de Tubarão (Liest) tiveram a primeira reuniam ontem para discutir como será a festa momesca deste ano.

O presidente da entidade, José Eduardo Delfino, o Deco, solicitou auxílio da prefeitura à realização do evento de 2011. E Bertoncini já antecipa: a estrutura física para o desfile será por conta do município.
Em Jaguaruna, o presidente da Liga das Escolas e Blocos Carnavalescos do Camacho, José Moacir de Almeida, o Kiko, também já solicitou sua parte no bolo do governo do estado. A festa no camacho está orçada em R$ 140 mil.

Em Laguna, a secretária de turismo da prefeitura solicitou R$ 250 mil ao Ministério do Turismo para o carnaval de rua. A festa de Imbituba também já é organizada. O presidente da Liga das Escolas de Samba do município, João de Amorim, afirma que as agremiações e prefeitura estudam a possibilidade de exibirem três escolas e três blocos em 2011. A festa poderá ser transferida para a avenida Dr. João Rimsa, ao invés das praias.