Doações de roupas e outros donativos foram entregues para mais de duas mil pessoas de Tubarão  -  Fotos: Lysiê Santos/Notisul
Doações de roupas e outros donativos foram entregues para mais de duas mil pessoas de Tubarão - Fotos: Lysiê Santos/Notisul

Lysiê Santos
Tubarão

“Há pessoas que desejam saber só por saber, e isso é curiosidade; outras, para alcançarem fama, e isso é vaidade; outras, para enriquecerem com a sua ciência, e isso é um negócio torpe; outras, para serem edificadas, e isso é prudência; outras, para edificarem os outros, e isso é caridade”, afirma o bispo cristão e teólogo Santo Agostinho. E nos últimos dias, esse desejo de caridade tomou conta dos corações sensibilizados com o vendaval que assolou Tubarão e região no último dia 16. 

Desde o ocorrido, centenas de pessoas se mobilizaram em favor de um único objetivo: ajudar as vítimas do fenômeno climático. A Arena Multiuso se transformou em uma base de concentração de doações vindas de diversos lugares. Artistas, autoridades, anônimos, independente de classe ou credo se uniram em uma corrente do bem. Mais de dois mil pessoas receberam doações nos últimos dias. 

A diretora-presidente da Fundação Municipal de Desenvolvimento Social, Jane Dal-Bó Falchetti, informa que hoje encerra o período de distribuição de donativos na Arena Multiuso. A equipe atenderá até as 18 horas no local. Após esse período, o atendimento será realizado nas três unidades dos Centros de Referência de Assistência Social (Cras) de Tubarão. “As famílias que ainda necessitam de doações devem se cadastrar no Cras mais próximo para receber as informações”, afirma. As pessoas que ainda se mobilizam em busca de novas doações podem entrar em contato com a fundação através do telefone (48) 3906-1035/3906-1037.

Arena ainda receberá materiais de construção 
Jane Dal-Bó Falchetti ressalta que a Arena continua aberta para receber materiais de construção, que é o item mais necessitado no momento. “Recebemos muitas doações de roupas, alimentos e materiais de limpeza, mas as famílias precisam de material para reconstruir suas casas. Não só telhas, mas ripas, vigas, caixarias, entre outros para dar sustentação ao telhado danificado”, explica. 

União solidária
Sandra Nazário está há mais de uma semana atuando como voluntária na Arena Multiuso. Ela integra a equipe de bons corações que se uniram para colaborar com as assistentes sociais. Para a tubaronense, a atitude foi uma forma de agradecer por não ter sido atingida pelo temporal. “Não tive nenhum prejuízo com o vendaval e decidi agradecer não só com palavras, mas com atitudes”, relata a estudante que se emocionou ao doar bonecas para algumas crianças que vieram acompanhadas da mãe. “Foi inesquecível ver a reação daquela pequena menina ao receber o brinquedo. É como se eu tivesse feito uma pós-graduação em relações sociais. Foi lindo ver a união das pessoas em prol do próximo”, reconhece Sandra. 


Sandra   trabalhou diariamente como voluntária na Arena Multiuso nos últimos dias

Histórias que ficarão na memória
Nos últimos dias, a Arena Multiuso, além de se transformar em uma base de doações, também se tornou palco de histórias trágicas que ficarão guardadas na memória de dezenas de pessoas que auxiliaram as famílias atingidas pelo temporal. A equipe de assistentes sociais da Fundação Municipal de Desenvolvimento Social presenciou momentos marcantes ao ver mães desesperadas por uma ajuda após perder tudo. 
Jane Dal-Bó Falchetti possui mais de 30 anos de experiência na área social e acompanhou de perto a luta dos tubaronenses que aos poucos levantam a cabeça e seguem em frente. “Ouvi muitas histórias de vida aqui. Além das doações, muitos queriam apenas um abraço e alguém que os ouvisse para desabafar o desespero. Também me emocionou ver tantos voluntários dispostos a contribuir”, relembra emocionada a diretora-presidente da fundação social. 


Jane Falchetti (D) coordena todo o processo de doações ao lado de voluntários

9,5 toneladas
de donativos foram arrecadados durante a realização da Feira Casa Pronta em Criciúma por meio do ingresso solidário. As doações foram entregues às famílias de Tubarão e Capivari de Baixo.