Avaliação das árvores nas praças oferece mais segurança à população  -  Foto:Kalil de Oliveira/Notisul
Avaliação das árvores nas praças oferece mais segurança à população - Foto:Kalil de Oliveira/Notisul

Kalil de Oliveira
Tubarão

A proximidade do Dia da Árvore tem mobilizado entidades ligadas ao meio ambiente em Tubarão para um grande projeto de conscientização. Entre os objetivos, está o de disciplinar a manipulação de árvores. Os dados municipais mostram que, desde setembro de 2014, 67 podas de árvore foram autorizadas em Tubarão por meio da Fundação Municipal do Meio Ambiente (Funat).

Pela legislação, quem é flagrado no corte ou poda de maneira clandestina, dependendo a gravidade, pode sofrer sanções. Paralelo às campanhas educativas, as multas são aplicadas, avisou o diretor-presidente da fundação, Guilherme Bressan. E podem ser salgadas. A infração resulta em R$ 5 mil a R$ 5 milhões de multa, conforme a Lei de Crimes Ambientais, Lei da Mata Atlântica e Código Municipal do Meio Ambiente.

Segundo Guilherme, parte das multas aplicadas se reverte em mudas de árvores. Nos últimos três anos, Tubarão acumula um total de 13 mil unidades distribuídas e um viveiro é mantido pelo poder público para armazenar as plantas que ficam à disposição da comunidade. “Os profissionais vão até as escolas, oferecem oficinas, participam com exposições das ações do município”, destaca.

Sobre as árvores centenárias em áreas públicas, o representante da Funat garante que um trabalho preventivo é realizado. “Está sendo feito o manejo e controle para que a situação fique adequada. Os riscos de acidentes diminuíram consideravelmente por meio do nosso acompanhamento. Um exemplo é a beira-rio. O nosso trabalho nestes locais tem acompanhamento técnico e de acordo com a legislação. Nosso município conquistou o convênio de gestão florestal com o governo do estado, legitimando todas essas ações”, comemora.

Para pensar em novas medidas preventivas e a organização de uma campanha para o mês de setembro, representantes de empresas, órgãos públicos e outras organizações participaram do primeiro encontro na última terça-feira A intenção é que a programação da Semana da Árvore esteja concluída até o próximo dia 8.

Mudas são gratuitas
A fundação dispõe de um ponto de distribuição gratuita. Interessados encontram espécies nativas da mata atlântica e frutíferas. Há ainda um contato para dúvidas sobre podas e cortes de árvore, por meio do telefone (48) 3632-6725.