Carolina Carradore
Tubarão

Não teve jeito. Apesar da semana de reuniões a todo momento, a situação do PMDB catarinense só será definida neste sábado, na convenção que será realizada no Sesc, ao lado da assembleia legislativa, em Florianópolis. Mais de 500 convencionais terão poder de voto.

Na reunião da executiva do partido, realizada na sexta-feira, os peemedebistas deixaram opções definidas. Se prevalecer pela maioria o desejo da coligação entre PMDB/PSDB/DEM, Raimundo Colombo permanecerá no comando da chapa e as opções de voto para vice seriam o ex-governador Eduardo Moreira ou o deputado federal João Mattos. A briga pela candidatura no senado ficaria entre os ex-governadores Luiz Henrique da Silveira e Paulo Afonso Vieira, já que o PMDB ficaria apenas com uma vaga.

Tudo indica que o PMDB enfrentará o diretório nacional e não abrirá mão da reedição da tríplice aliança. Caso isso ocorra, a briga vai parar na justiça. A cúpula nacional deve cumprir com o prometido e entrará com processo de intervenção. “A situação está favorável para o PMDB de Santa Catarina. As chances de intervenção são praticamente zero”, analisa Moreira.

Caso ocorra a chapa pura seja a escolha, apenas o deputado Edison Andrino registrou a candidatura. O deputado federal Mauro Mariani desistiu de encabeçar a campanha sozinho e alegou os mesmos motivos que fizeram Eduardo Moreira renunciar à candidatura ao governo. Alegou pouco tempo de propaganda eleitoral na televisão e falta de apoio de outros partidos. Moreira colocou o seu nome à disposição como vice de Andrino e à corrida ao senado, ficariam com Luiz Henrique e Paulo Afonso.

Convenções estaduais

Sábado
PMDB – das 9 às 17 horas
Local: Sesc Prainha, em Florianópolis
PCdoB – das 9 às 13 horas
Local: Federação dos Trabalhadores de Agricultura em São José
PR – durante a manhã
Local: sala de reuniões do escritório do partido em Florianópolis
PDT – das 10 às 16 horas
Local: Assembleia Legislativa em Florianópolis
PSOL – 13 horas
Local: Plenarinho da Assembleia Legislativa em Florianópolis
DEM – 10 horas
Local: Assembleia Legislativa em Florianópolis
PSB – das 10 às 13 horas
Local: Centro Empresarial Terra Firme em São José

Domingo
PP – das 9 às 13 horas
Local: Clube 12 de Agosto, em Florianópolis

Quarta-feira (30/06)
PSDB, PPS e PT (local e horário à definir)

No Brasil

PSDB
Nome a ser anunciado como vice de José Serra (PSDB) na disputa pelo Palácio do Planalto, o senador paranaense Alvaro Fernandes Dias (foto), 66 anos, já foi expulso do PSDB e fez campanha para Luiz Inácio Lula da Silva (PT) na eleição de 2002. Apesar de tucanos já terem confirmado o nome de Dias como vice de Serra, o DEM ainda tenta reverter a decisão. O presidente do partido, Rodrigo Maia (RJ), ainda não havia sido comunicado oficialmente.

PT
Em nível nacional, o PMDB está de mãos dadas com o PT. O deputado Michel Temer (foto) será o vice da pré-candidata do PT à presidência da república, Dilma Rousseff. Depois de muitos reveses internos, o PT fecha o casamento com o dote almejado: mais seis minutos de tempo de televisão e a capilaridade de um aliado que alcança o comando do maior número de municípios no país.

PV
Marina Silva escolheu Guilherme Leal (foto) para ser o vice nas eleições presidenciais que abriu mão da co-presidência do conselho de administração da Natura. Como Leal não ocupava cargos executivos na empresa, não há previsão de que outra pessoa tome o seu lugar. Guilherme Leal é um dos fundadores da Natura e tem participação acionária na empresa.