Carolina Carradore
Tubarão

Hoje é um dia decisivo no cenário político catarinense. Os partidos e coligações têm até as 19 horas para registrar as candidaturas na justiça eleitoral. Na região, 17 nomes foram levantados para disputar vagas nas esferas estadual e federal.
Alguns ajustes ainda são feitos e surpresas podem ocorrer. Na região, o PSDB aposta as fichas no ex-prefeito de Tubarão, Carlos Stüpp, candidato a deputado estadual. É o único candidato do partido na região.

Stüpp está confiante nas eleições, mas ainda precisa acertar as contas com a justiça eleitoral, já que o seu nome está na lista publicada pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE), de agentes públicos que tiveram contas julgadas irregulares nos últimos oito anos. Hoje, ao registrar a sua candidatura, ele espera retirar o nome da lista. “Não há justificativa legal para a inclusão do meu nome”, argumenta.

Já o PDT, levantou quatro nomes para representar a região nas eleições de 2010. Para deputado estadual, estão cotados André Igreja, de Imbituba, Manoel Moura, de Jaguaruna, e Edson Firmino, o vereador em Tubarão. A candidatura de Firmino ainda é incerta. Existe a possibilidade de ele sair como suplente ao senado.

O PMDB definiu a candidatura do advogado Alexandre Moraes, de Tubarão, para uma vaga na assembleia legislativa e de Edinho Bez para deputado federal. Natural de Gravatal, Edinho ocupa uma cadeira na câmara federal desde 1995 e foi reeleito em 2006 para o seu quarto mandato consecutivo.

Indefinições
A cota de 30% das mulheres e o número de vagas disponíveis para cada partido podem tirar da jogada alguns pré-candidatos. As coligações julgarão fatos como dois fortes candidatos de uma região só, ou interesses do próprio partido que cede espaço para outro. Vale lembrar que cada partido precisa de 220 mil votos para eleger um candidato. Para estadual, são necessários 90 mil votos para eleger um candidato. O partido pode inscrever até 40 nomes para a corrida a vaga a assembleia legislativa do estado e 28 à câmara federal.

PT
O Partido dos Trabalhadores levantou o nome de três companheiros para a região. O engenheiro Olavio Falchetti (PT), de Tubarão, disputa pela primeira vez uma vaga no legislativo estadual. Para federal, as fichas são apostadas no ex-secretário de educação de Gravatal, Ademir Milo Mota da Silva, e do deputado estadual, Vânio dos Santos, também de Gravatal.

Saiba mais

Os partidos e as coligações têm até as 19 horas de hoje para apresentar ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do estado os requerimentos de registro de candidatos a governador e vice-governador, senadores e respectivos suplentes, deputados federais e deputados estaduais.

A justiça eleitoral terá que publicar a lista com a relação das solicitações de registro de candidatos apresentadas pelos partidos e pelas coligações até quinta-feira. Nessa data, também é preciso encaminhar à Receita Federal os dados desses candidatos para efeito de emissão do número de inscrição no Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica (CNPJ).

Os candidatos escolhidos em convenção que não tiveram o seu pedido de registro apresentado pelos partidos ou pelas coligações poderão fazer o requerimento ao TRE por conta própria até as 19 horas de sábado.

De acordo com o calendário das Eleições 2010, todos os pedidos de registro, inclusive os que forem objeto de impugnação, deverão estar julgados pelo TRE até 5 de agosto, prazo final também para a publicação de suas respectivas decisões.
O Ministério Público Eleitoral ou qualquer candidato, partido ou coligação poderá impugnar pedidos de registro de candidatura em petição fundamentada no prazo de cinco dias, contados da publicação do requerimento.