Zahyra Mattar
Tubarão

A festa no ninho tucano, neste sábado, não foi de toda ofuscada pela falta do vice-governador do estado, Leonel Pavan. A meta de aninhar pelo menos mais 450 membros à sigla tubaronense, foi superada. Ao todo, foram feitas 645 novas filiações. Com isso, o PSDB tornou-se o terceiro maior partido do município em número de membros.

Entre os novos tucanos estão o delegado regional Renato Poeta, o supervisor do Ciretran Alexsandro da Silva, o empresário Dilnei Vechi, o assessor especial da prefeitura de Tubarão Felipe Felisbino, e o historiador Amadio Vittoretti.
Já Pavan, em nota, cujo teor foi lido aos presentes, disse que cancelou todos os compromissos para se dedicar a elaboração de sua defesa no caso em que foi enquadrado por supostos crimes de quebra de sigilo, advocacia administrativa e corrupção passiva.

Pavan foi indicado junto com outras seis pessoas na Operação Transparência, da Polícia Federal (PF). O advogado do vice-governador, Claudio Gastão da Rosa Filho, informou que Pavan ainda não foi comunicado oficialmente do indiciamento e que não se manifestará sobre o processo, que corre em segredo de justiça, pelo menos até decisão da Procuradoria de Justiça, que poderá denunciá-lo ou não.