Amanda Menger
Tubarão

Os futuros candidatos à eleição municipal deste ano e os partidos políticos devem estar atentos à prestação de contas da campanha. O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) divulgou o manual de arrecadação, aplicação de recursos e prestação de contas de campanha eleitoral. O documento traça as diretrizes que serão usadas para avaliar a conduta financeira dos envolvidos neste pleito.

A recomendação do desembargador corregedor geral do TRE, Cláudio Barreto Dutra, é que a tolerância para os erros seja zero. “A prestação de contas deverá ser detalhada e não escapará nada. Os partidos precisam estar cientes disto. Seremos muito rigorosos”, enfatiza o juiz da 33ª zona eleitoral, Luiz Fernando Boller, da comarca de Tubarão.

Outra recomendação pela qual os partidos e candidatos deverão ficar atentos é que quem não apresentar o relatório ou não tiver as contas reprovadas não poderá concorrer às eleições municipais de 2012. “A prestação é necessária para que haja a quitação eleitoral, ou seja, que a pessoa não tenha nenhuma situação pendente com a justiça eleitoral. Quem não seguir as regras se tornará inelegível”, adverte o responsável pelo Controle Interno do TRE, Elton Carioni Karsten.

Uma das novidades para a eleição deste ano é que a documentação poderá ser enviada via internet ao longo da campanha. “Este é um recurso que estará disponível no site do TRE e agilizará os trabalhos dos técnicos que analisam as contas”, explica o juiz eleitoral.