Amanda Menger
Tubarão

Ainda não foi desta vez que os democratas decidiram quem será o indicado da sigla para ser o candidato a vice-prefeito na coligação com o PMDB. Na reunião do diretório, realizada ontem à noite, o líder da bancada na câmara, vereador Jairo Cascaes, solicitou a retirada do assunto de pauta.
“Precisamos de mais tempo para discutir o assunto. Não é uma decisão fácil. Definiremos, de certa forma, o futuro de Tubarão”, argumenta Jairo. O pedido de adiamento foi acolhido por unanimidade pelos filiados presentes na reunião.

O outro possível indicado do partido é o médico Irmoto Feuerschuette, ex-prefeito de Tubarão. “Faltam alguns detalhes mínimos para definirmos qual será o candidato e acredito que isso será resolvido amanhã (hoje), durante um almoço”, revela. O almoço será restrito aos dois indicados e ao presidente do partido em Tubarão, Dalton Marcon.

“Se não tivéssemos bons nomes no partido, a questão já estaria liquidada. No início do ano, tínhamos três nomes, Jairo, Irmoto e ainda o do atual vice-prefeito, Ângelo Zabot, o Com. A disputa afunilou e ficaram Jairo e Irmoto”, lembra o presidente do D25. O nome do secretário de desenvolvimento regional em Tubarão, César Damiani, está descartado. “O partido conquistou este espaço e não podemos perder, além disso, pensamos no César para o futuro, quem sabe deputado estadual em 2010”, adianta o presidente.

A expectativa é que, depois deste almoço decisivo, a executiva da sigla convoque uma reunião extraordinária. “Se resolveremos tudo amanhã (hoje), devemos convocar uma nova reunião para sexta-feira e aí bater o martelo. Já a convenção, será mais para o fim do mês. Queremos marcar para o mesmo dia do PMDB”, afirma Dalton.