Foto:Banco de ImagenslNotisul
Foto:Banco de ImagenslNotisul

Tubarão

É incerto o futuro político do candidato a vice-prefeito na chapa de Carlos Stüpp (PSDB), Edson José Firmino (PMDB). Ontem à noite, o juiz eleitoral Eron Pinter Pizzolatti, da 33ª Zona, publicou decisão que considera impugnada a sua candidatura. 

Assim que o documento foi publicado, circulou rapidamente  nos grupos políticos e redes sociais. “Segundo o entendimento deste Tribunal Superior Eleitoral, o pagamento indevido de diárias consiste em irregularidade insanável que configura ato doloso de improbidade administrativa”, fundamentou no texto.

Há exatos 15 dias, o promotor de justiça Sandro Ricardo Souza protocolou o pedido de impugnação. Na ocasião, a acusação fazia referência a uma irregularidade constatada pelo Tribunal de Contas da União (TCU). O candidato, em 2002,  teve as contas referentes a um convênio firmado com o Fundo Nacional de Saúde (FNS) consideradas irregulares. 

Ontem, Edson Firmino não foi localizado pela reportagem para falar sobre a decisão. Nos bastidores, correm informações extra-oficiais de que outros nomes são cotados para o seu lugar. A decisão está em primeira instância, portanto cabe recurso. Segundo um técnico do Cartório Eleitoral, a resolução será publicada hoje no boletim eletrônico do Tribunal Regional Eleitoral (TRE).