Na véspera do Carnaval, após muita polêmica, a ponte sobre o Rio Congonhas, anteriormente interditada pela Defesa Civil de Tubarão, foi liberada para o tráfego de veículos leves e pedestres. O local ainda não oferece a segurança ideal
Na véspera do Carnaval, após muita polêmica, a ponte sobre o Rio Congonhas, anteriormente interditada pela Defesa Civil de Tubarão, foi liberada para o tráfego de veículos leves e pedestres. O local ainda não oferece a segurança ideal

 

Zahyra Mattar
Jaguaruna
 
 
O passo que faltava para a concretização de uma das maiores reivindicações da região foi dado. O prefeito de Jaguaruna, Inimar Felisbino Duarte (PMDB), lança hoje o edital de licitação para a construção da ponte sobre o Rio Congonhas, na divisa do município com Tubarão.
 
A abertura das propostas está marcada para o  próximo dia 13, às 9 horas, na sala de licitações do setor de compras da prefeitura. O edital é na modalidade tomada de preço, do tipo menor preço global.
 
A nova ponte de Congonhas terá 45 metros de extensão, oito de largura e pista única, com passagem para pedestres. As empresas interessadas em participar da concorrência devem retirar o projeto, o memorial descritivo, a planilha orçamentária e o cronograma físico-financeiro das 8 horas ao meio-dia e das 13h30min às 17 horas, no setor de compras.
 
Pelo convênio, as prefeituras de Jaguaruna e Tubarão investirão R$ 150 mil cada na obra. O estado entrará com R$ 600 mil. A pressa – e a torcida – é para que não ocorram entraves no processo licitatório.
 
Por se tratar de um ano eleitoral, existem prazos que precisam ser cumpridos à risca. Um deles é quanto a convênios. O pagamento precisa ser iniciado até 7 de julho.
 
Com isso, a ordem de serviço seria entregue em maio, para que a vencedora tivesse um tempo mínimo de executar qualquer coisa. Caso contrário, o município só pode voltar a receber a verba após 15 de novembro.