Tubarão

Essa é para anotar: conforme a previsão do Departamento Nacional de Infraestrutura em Transportes (Dnit), os quatro primeiros lotes duplicados da BR-101 sul serão liberados em meados do próximo mês. Entre os adiantados, estão o 24 (Garopaba a Imbituba), 27 (Sangão a Içara), 28 (Içara a Araranguá) e 30 (Sombrio a Passo de torres).

De qualquer forma, o cronograma das empresas continua a ser entregar os seus respectivos trechos até dezembro. Paralelamente, o Dnit também trata de revisar os lotes.

Trechos com falhas na pavimentação (buracos, por exemplo) terão que ser refeitos pelas construtoras. O Dnit já anunciou que somente dará o atestado de obra entregue com o pavimento em perfeitas condições, conforme o exigido no contrato.

Como algumas pistas foram feitas há dois ou três anos, o desgaste, especialmente pelo excesso de peso de caminhões, já começou a surgir. Para que o pavimento tenha ainda mais durabilidade, o Dnit já abriu uma licitação para a compra de oito balanças fixas e duas móveis para Santa Catarina.

Conforme dados do próprio Dnit, um caminhão com 20% de excesso de peso gera de 60% a 80% de desgaste do asfalto. Com isso, a pavimentação feita para durar 20 anos começa a se deteriorar com apenas três ou cinco anos de uso.