Carolina Carradore
Tubarão

A batalha contra a dengue continua na região. E surte resultados positivos. Esta semana, um foco do mosquito Aedes aegypti foi localizado em um ponto estratégico em Imbituba, por agentes da 19ª regional de saúde.

Segundo a supervisora do programa de controle da dengue, Mathie Alves Rossini, a larva estava em uma borracharia. O isolamento ocorreu em um raio de 300 metros e todos os imóveis situados nessa área serão inspecionados de dois em dois meses em um período de um ano. “Isso mostra o importante trabalho que realizamos em Imbituba. Pois impedimos que a larva transforme-se em mosquito”, avalia Mathie.

Foi o terceiro foco encontrado na cidade esse ano. Em março, dois focos foram localizados em armadilhas espalhadas pela cidade. O trabalho da regional inclui inspeções em armadilhas também em Laguna, Garopaba, Imaruí, Garopaba e Paulo Lopes. Todas são inspecionadas de sete em sete dias. Este ano, três casos de dengue foram confirmados em Imbituba. Todos foram importados de outros estados.

Conscientização
Santa Catarina é o único estado pelo qual em todos os casos constatados de dengue a contaminação ocorreu em outros estados ou países. Em 2010, foram confirmados 166 casos em Santa Catarina. “Precisamos conscientizar ainda mais as pessoas sobre as medidas que precisam ser tomadas para deixar o mosquito bem longe”, orienta a coordenadora e supervisora estadual de combate à dengue da 20ª regional de saúde, Cláudia Ochs.

Hábitos diários
A gerente da floricultura Girassol, Maria Conceição Farias, de Tubarão, sabe muito bem dos cuidados que tem que tomar para deixar o mosquito Aedes aegypti bem longe. Cercada de flores e vasos por todos os lados, sempre no fim da tarde, troca a água que acumula nos pratos. “Limpo bem e deixo tudo em ordem. Até somos elogiados quando recebemos a visita dos agentes do programa de combate à dengue”, comemora.

Alguns cuidados importantes

• Mantenha caixas, tonéis e barris de água bem tampados.
• Não jogue lixo em terrenos baldios. Coloque o material em sacos plásticos e mantenha a lixeira sempre bem fechada.
• Se for guardar garrafas de vidro ou plástico, mantenha sempre a boca para baixo.
• Não deixe a água da chuva acumulada sobre a laje.
• Encha os pratinhos ou vasos de planta com areia até a borda.
• Se for guardar pneus velhos em casa, retire toda a água e mantenha-os em locais cobertos, protegidos da chuva.
• Limpe as calhas com frequência, evitando que galhos e folhas possam impedir a passagem da água.
• Lave com frequência, com água e sabão, os recipientes utilizados para guardar água, pelo menos uma vez por semana.
• Os vasos de plantas aquáticas devem ser lavados com água e sabão, toda semana.