Jaguaruna

Os habitantes de Jaguaruna devem redobrar os cuidados no combate à proliferação do mosquito da dengue, o Aedes aegypti. Um foco do inseto foi encontrado ontem pelo programa municipal de combate e controle da dengue.

As larvas estavam dentre de uma das armadilhas estrategicamente implantadas justamente para evitar a proliferação do mosquito. Técnicos efetuam uma varredura no local em um raio de 300 metros. Todos os imóveis e terrenos neste perímetro serão visitados. A monitoramento será realizada por um ano.

Atualmente, existem 49 armadilhas e 28 pontos estratégicos espalhados por Jaguaruna. As armadilhas são visitadas toda semana, enquanto os pontos estratégicos, como floriculturas e cemitérios, por exemplo, são checados a cada 15 dias.

A secretária de saúde da prefeitura, Jaqueline Elza Serafim, pede que a população intensifique as medidas de prevenção, especialmente com a chegada do verão. Esta época do ano é altamente propícia para a proliferação do mosquito.

Com este caso, chega a sete o número de focos da dengue confirmados nas cidades da Região este ano. Três ocorreram em Tubarão e outros três em Imbituba. Todos os casos são importados de outros estados. Santa Catarina ainda mantém o status de único estado do país sem a doença.