Os semáforos em Tubarão têm mais de 30 anos, o que significa gastos em consertos e uma maior necessidade de manutenção. A pretensão é trocar pelo menos 50% deles. O novos conjuntos de sinaleiras devem ser mais modernos, com seis lâmpadas.
Os semáforos em Tubarão têm mais de 30 anos, o que significa gastos em consertos e uma maior necessidade de manutenção. A pretensão é trocar pelo menos 50% deles. O novos conjuntos de sinaleiras devem ser mais modernos, com seis lâmpadas.

Karen Novochadlo
Tubarão

A licitação para a compra de novos semáforos para Tubarão deve ficar para o próximo ano. O prefeito Manoel Bertoncini (PSDB) já acenou que será feito um investimento entre R$ 200 mil e R$ 300 mil para aquisição dos equipamentos.
No momento, o processo é elaborado pela secretaria de gestão da prefeitura. A pasta realiza orçamentos e verifica como serão feitos os procedimento.
“Ainda não sabemos se serão uma ou duas licitações. Nós precisamos comprar os conjuntos luminosos e os controladores. Tudo indica que os equipamentos não são fabricados pela mesma empresa”, explica o secretário de gestão, Estêner Soratto da Silva Júnior.

A pretensão é trocar pelo menos 50% dos semáforos da Cidade Azul nos próximos meses. A ideia é utilizar um equipamento mais moderno.
Cada conjunto terá seis lâmpadas e mostrará a contagem regressiva para a mudança de cor. Serão trocadas todas as sinaleiras do Centro e de alguns bairros.

Os novos equipamentos também permitirão, no futuro, a instalação de radares. Claro que para a manutenção deste serviço será necessária a contratação de uma empresa, o que ainda não está nos planos da prefeitura, pelo menos por enquanto.
A troca permitirá uma melhor sincronia do tempo entre os semáforos e melhorará em muito o fluxo de veículos em Tubarão.