Foto:Divulgação/Notisul
Foto:Divulgação/Notisul

Tubarão

Três vezes por semana, o ronco do motor a diesel, turbinado, do caminhão de coleta de lixo, interrompe o silêncio da noite no bairro Oficinas, em Tubarão. A experiência de trocar o horário, que atende outros oito bairros na Cidade Azul, já passou da fase de experiência.

São oito meses, segundo a Fundação Municipal do Meio Ambiente, que a medida foi implantada com a justificativa de oferecer mais mobilidade e agilidade aos trabalhos. O veículo com mais de cinco toneladas tinha dificuldade em transitar entre os carros, motos e pedestres.

“Com esta ação, o índice de atendimento chegou a aproximadamente 90% da área residencial, comercial e industrial do município. Além da coleta noturna, que fica mais concentrada na área central, as realizadas em regiões periféricas foram duplicadas. A mudança busca realizar recolhimentos mais efetivos, que atendam toda a demanda de resíduos produzidos pelos tubaronenses”, avalia o diretor-presidente da Fundação Municipal do Meio Ambiente, Guilherme Bressan.

Sempre às 19 horas, os veículos iniciam os trabalhos da coleta. Aos moradores que não possuem lixeira, no caso do lixo orgânico, o recomendado é que deixem os sacos o mais próximo possível do horário da coleta para evitar transtornos com cães de rua, ratos ou baratas, orienta a Retrans. Mensalmente, duas toneladas de resíduos são recolhidas em Tubarão, cujo destino é o aterro sanitário. 

Confira os locais e dias atendidos
Centro …………………………………………………… 2ª a sábado
Humaitá …………………………………………………. 5ª e sábado
Oficinas …………………………………………………. 2ª, 4ª e 6ª feira
Revoredo ……………………………………………….. 3ª, 5ª e sábado
Sorato …………………………………………………… 2ª e 6ª feira
Vila dos Ferroviários ………………………………… 2ª e 6ª feira
Vila Esperança ……………………………………….. 3ª e 5ª feira
Vila Moema …………………………………………… 3ª, 5ª e sábado

Óleo de cozinha e pilhas
Os únicos materiais que não podem ser descartados são óleo de cozinha, pilhas e baterias. Os eletrônicos podem ser levados até os pontos de coleta em lojas de celulares e alguns supermercados. Já para os óleos de cozinha, deve-se colocar em garrafas pet e levá-los até a sede da Funat, localizada na rua Dr. Otto Feuerschuette, 370, bairro Vila Moema.