Amanda Menger
Tubarão

Segunda-feira de Carnaval. Para muitos, mais um dia para curtir a folia de Momo. Para outros um dia normal de trabalho. Este foi o caso de alguns tubaronenses que trabalham no comércio varejistas e também no ramo alimentício (leia mais sobre o assunto na página 5). Quem transitava pelas ruas centrais da cidade nem percebia que era início da semana.

Um exemplo? Por volta de meio-dia o tráfego de veículos fluía sem nenhum obstáculo pelos semáforos da Getúlio Vargas e da ponte Nereu Ramos. Em geral, em uma segunda-feira, são necessários pelos menos de cinco a dez minutos para conseguir atravessar a ponte no horário do almoço.

No comércio, poucas lojas abriram. Entre as que esperaram os consumidores, estavam sete filiais ligadas aos grandes magazines. Segundo a gerente de uma dessas lojas, esse é um dia de vendas garantidas. “Quem vem para o comércio, vem porque quer comprar. Conseguimos vender até 90% da nossa meta diária na segunda de Carnaval. Esse é um dia normal, não é feriado”, observa a gerente.

O funcionário público João Volnei de Oliveira aproveitou a abertura do comércio para pesquisar preços. “Estou fazendo alguns orçamentos para comprar um presente. Se o comércio não estivesse aberto, teria que fazer isso em outro dia. Se encontrar um valor bom, levo o produto”, afirma João. Hoje, o comércio varejista estará fechado em Tubarão. Os supermercados estarão abertos, a praça de alimentação do Farol Shopping abre às 10 horas e as lojas, às 14 horas.