Tubarão

As obras do trecho sul da BR-101 retomaram ao ritmo normal ontem. Após as intervenções reduzidas durante as semanas que antecederam os feriados de Natal e Ano Novo, todos os lotes de obras retornaram aos serviços.
Segundo o cronograma disponibilizado pelas construtoras ao Departamento Nacional de Infraestrutura em Transportes (Dnit) no fim do último ano, a parada nos feriados já estava assinalada. A medida foi planejada para não prejudicar o trânsito, que teve um aumento de 60% no fluxo de veículos.

O Dnit já confirmou que os dias parados não prejudicam o cronograma físico das obras. As metas traças em dezembro de 2009 continuam as mesmas. Na região, o lote de Imbituba (24) tem previsão de conclusão em maio deste ano. Laguna (lote 25) e Tubarão (26) devem ficar com 100% das pistas duplicadas até dezembro.
Até agora, dos 238,5 quilômetros de rodovia (entre Santa Catarina e o Rio Grande do Sul), 60% do trecho catarinense está duplicado (cerca de 141,4 quilômetros) e liberado para o tráfego de veículos.

Outros 42,3 quilômetros estão pavimentados, mas ainda seguem interditados por medidas de segurança já que são trechos pequenos e cortados por obras de artes especiais (como por exemplo os viadutos) ainda não finalizados.
Até agora já foram investidos R$ 1,088 bilhão na duplicação do trecho sul da BR-101 (nos dois estados). Isto corresponde a 70% do previsto para a execução total da obra. Em Tubarão, a meta neste início de ano é finalizar pelo menos uma das pistas do viaduto principal (do posto Fera) e também o viaduto de acesso aos bairros Morrotes e São João.

Trechos são liberados

A Passagem Inferior (PI) de acesso sul a Criciúma, no quilômetro 395,7, foi liberada para o tráfego de veículos, nos dois sentidos da rodovia, ontem. No lote de obras 28, entre Içara e Araranguá, é acelerado as obras sobre a PI de acesso ao centro de Criciúma, no quilômetro 391. No quilômetro 392, o acesso à cerâmica Portinari recebe os últimos trabalhos de conclusão da pista que liga as duas passagens inferiores. O lote 27, entre Sangão a Içara, será o primeiro a ser totalmente finalizado. Os trabalhos devem encerrar já no próximo mês.