Laguna

A decisão da cúpula do Departamento Nacional de Infraestrutura em Transportes (Dnit) foi a de prorrogar o prazo para que o consórcio responsável pelas obras do lote 25 na duplicação da retome os trabalhos. Sem atividades há pouco mais de duas semanas, as consorciadas Blokos/Araguaia/Emparsanco agora tem até o dia 31 deste mês para reassumirem os serviços.

O voto de confiança foi baseado, segundo o Dnit, na recuperação que o grupo conseguiu no fim do ano passado, após mais de seis meses de paralisação. Assim como nesta época, o consórcio alega problemas financeiros para prosseguir com os trabalhos.

A manobra visa esgotar todas as possibilidades de acordos a fim de evitar uma rescisão contratual. Caso isso ocorra, o cronograma do trecho entre o acesso sul a Itapirubá, em Laguna, até Capivari de Baixo, ficaria comprometido em, no mínimo, seis meses, tempo necessário para uma nova licitação.

Todavia, o Dnit já enviou o recado aos gestores do consórcio: este será o último prazo. A última chance. Caso eles não cumpram o acordado, sofrerão as penalizações previstas na lei 8.666 (Lei das Licitações), desde multa até a rescisão do contrato.