Segundo o vice-prefeito, R$ 4 milhões para a Arena devem constar no orçamento da prefeitura de 2010.
Segundo o vice-prefeito, R$ 4 milhões para a Arena devem constar no orçamento da prefeitura de 2010.

Amanda Menger
Tubarão

Com a finalização dos projetos de engenharia da Arena Multiuso de Tubarão, a expectativa é que o convênio entre a prefeitura e o governo do estado seja firmado em breve. As modificações feitas na estrutura reduziram os custos. O orçamento inicial era de R$ 16 milhões e foi reduzido para R$ 10 milhões. Em maio, o governador Luiz Henrique da Silveira (PMDB) garantiu que o estado contribuirá com R$ 6 milhões. Já os outros R$ 4 milhões, deverão mesmo sair dos cofres do município.

“É possível que venham recursos do governo federal. Contudo, o mais provável é que façamos com recursos próprios. Tanto que o prefeito Manoel Bertoncini (PSDB) deu indicações para que os valores constem no orçamento do município para 2010. O estado vai dar a sua parte e o município correrá atrás para cobrir o restante. Esta obra é muito importante para o desenvolvimento do esporte e da cultura, sem contar no turismo de eventos”, revela o vice-prefeito Felippe Luiz Collaço, o Pepê (PP).
O projeto final da Arena deve ser protocolado em breve junto ao governo do estado.

Durante a apresentação da proposta, há dez dias, o secretário de desenvolvimento regional em Tubarão, Jairo Cascaes (DEM), disse que entregará o documento ao governador tão logo volte da Europa. É possível que isso ocorra durante a inauguração da estrada do Camacho, marcada para a próxima sexta-feira, às 11 horas. No mesmo evento, ele também lançará o edital de licitação para a pavimentação asfáltica da SC-100, a Interpraias (18 quilômetros entre a balsa em Laguna e o balneário Camacho, com um ramal para o Farol de Santa Marta).

O projeto
• O ginásio de esportes terá 3,5 mil lugares.
• O teatro terá espaço para acomodar mil pessoas e haverá ainda salas para exposições e oficinas culturais.
• Um dos diferenciais é a concha acústica retrátil. Poderá ser utilizada para eventos internos, usando o espaço da quadra esportiva e as arquibancadas, e externo, com o uso do estacionamento para acomodar o público.