Zahyra Mattar
Tubarão

O rompimento de uma adutora de captação de água na manhã desta sexta-feira, próximo à Estação de Recalque de Água Bruta, no bairro Fábio Silva, em Tubarão, deixou toda a cidade sem água pelo resto do dia. O problema foi solucionado às 23 horas. Depois deste horário, os trabalhadores do Águas de Tubarão começaram a efetuar o descarte de água suja.

O serviço adentrou a madrugada e, ainda assim, o fim de semana deverá ser de água preta nas torneiras dos tubaronenses. O superintendente técnico da agência reguladora de Tubarão, Marcelo Matos, explica que a adutora rompida tem vazão de 400 litros de água por segundo e completa as outras duas adutoras de 360 litros. Por isso, o abastecimento de água em toda a cidade ficou comprometido.

Para complicar ainda mais, o local onde houve o rompimento é exatamente onde a rede de captação da água bruta e a rede da Estação de Tratamento de Água (ETA) encontram-se. Todo o lugar ficou alagado boa parte do dia. “Amanhã (sábado), o consumidor deve evitar lavar roupas e ter cuidado quando for cozinhar. A água deverá apresentar cor turva e vir com grãos de areia. O ideal é que o usuário feche o registro de água para não ter maiores problemas”, alerta Marcelo.

O engenheiro avalia que este acidente da adutora reforça a frágil infraestrutura de captação de água e de fornecimento da cidade. Uma herança herdada da Casan em 2006. “Já iniciamos a topografia para reforma da ETA. Já quanto a Estação de Captação de Água, o objetivo é de reforma ainda para este ano. Mas são obras complexas e que interferirão diretamente no abastecimento. Tudo precisa ser muito bem planejado”, explica Marcelo.