Tatiana Dornelles
Tubarão

As constantes chuvas e os ventos fortes que ocorrem em Tubarão têm causado ‘dores de cabeça’ ao prefeito Manoel Bertoncini (PSDB) e aos secretários de algumas pastas. O resultado em algumas localidades é de ruas completamente alagadas. Um plano de ação de emergência para acabar com o problema foi apresentado ontem à tarde, na prefeitura.

A limpeza de valas e bocas-de-lobo, por exemplo, faz parte do plano e já começou a ser realizada em algumas localidades.
“Resolvemos formatar uma ação conjunta (executivo e legislativo) para, em 30 dias, termos a solução do problema dos alagamentos. A partir de hoje (ontem), é feita a limpeza de valas e caixas coletoras e a substituição de comportas, que dão vazão à água. Contrataremos uma empresa terceirizada para realizar estes serviços”, explica Bertoncini.

As estradas rurais também estão dentro da estratégia, uma vez que, quando chove bastante, os acessos ficam prejudicados. Além disso, as bocas-de-lobo de ruas e avenidas que sempre ‘sofrem’ com os alagamentos, como a Padre Geraldo Spettmann (da rodoviária), Prudente de Morais (Morro do Canudo), Jayme Aguiar de Souza (paralela ao presídio), Pedro Zapellini, as estradas próximas ao Fórum, entre outras, passarão por limpeza.

Algumas bombas de drenagem serão trocadas, incluindo as das avenidas José Acácio Moreira (próximo à antiga Telesc) e Padre Geraldo Spettman – a troca desta última será a longo prazo. “Não há valores especificados para este plano. A intenção é priorizar a solução do problema, que virou constante”, garante Bertoncini. Participaram do encontro os vereadores Maurício da Silva (PMDB), Dionísio Bressan (PP), Deka May (PP) e Haroldo Silva, o Dura (PSDB).