Amanda Menger
Tubarão

Das duas empresas que se inscreveram para participar da licitação das obras da segunda etapa do Aeroporto Regional Sul, Humberto Ghizzo Bortoluzzi, em Jaguaruna, apenas uma foi habilitada: a Construtora Espaço Aberto Ltda, de Florianópolis. A proposta financeira será conhecida na próxima quarta-feira, na sede da secretaria estadual de infra-estrutura.

Na última sexta-feira, a comissão de licitação da secretaria recebeu os envelopes com os documentos e também com as propostas financeiras. A documentação foi analisada e a empresa Engetom Construção Civil Ltda, de Turvo, não cumpriu um dos itens do edital, que trata da placa compensada resinada, e foi desabilitada da licitação.

O resultado da etapa de habilitação foi publicado no Diário Oficial do Estado de ontem e a empresa tem até a próxima quarta-feira para solicitar recurso à justiça e participar da licitação. A expectativa do governo estadual é lançar a ordem de serviços em setembro.

Acesso cabe ao governo federal
Segundo a senadora Ideli Salvatti (PT), os recursos para a construção do acesso ao empreendimento, no valor de R$ 15 milhões, estão garantidos e serão executados pelo governo federal. A primeira etapa da obra, a construção da pista, foi inaugurada em janeiro de 2006 e custou mais de R$ 22 milhões.