Amanda Menger
Tubarão*

O início da tão aguardada segunda etapa do Aeroporto Regional Sul, Humberto Ghizzo Bortoluzzi, em Jaguaruna, pode ocorrer em julho. Isso porque o edital de licitação deverá ser lançado em, no máximo, 20 dias. Esta fase inclui a construção dos terminais de cargas e passageiros. A informação foi repassada ontem, pelo secretário estadual de infra-estrutura, Mauro Mariani.

Depois de lançado o edital, se não ocorrem questionamentos jurídicos, as empresas terão 30 dias para apresentar as propostas. “Queremos entregar a ordem de serviços em julho para que iniciem o mais breve possível. A previsão é que a obra seja executada em dez meses”, relata o diretor de assuntos aeroviários da secretaria de infra-estrutura do estado, Dilney Chaves Cabral Filho.

Se os prazos forem confirmados, a expectativa é que o aeroporto entre em funcionamento até a metade do próximo ano. “Temos a garantia do governo federal de que o acesso ao aeroporto pela BR-101 será feito junto com as obras de duplicação da rodovia”, afirma o prefeito de Jaguaruna e presidente do consórcio intermunicipal responsável pela desapropriação dos terrenos, Marcos Tibúrcio (PP).

A obra da segunda etapa está orçada em R$ 6 milhões, já o acesso custa R$ 15 milhões. Os recursos estão garantidos nos orçamentos do estado e da União, respectivamente. Para o prefeito de Jaguaruna, as obras não estão atrasadas. “Os trabalhos não foram paralisados, faz parte do processo burocrático e está dentro do cronograma”, avalia o Tibúrcio.

* Com informações de José Adílio, Jornal da Manhã, de Criciúma.