Carolina Carradore
Jaguaruna

Em 2006, representantes da secretaria de infraestrutura do estado já garantiam que o Aeroporto Regional Sul Humberto Ghizzo Bortoluzzi, em Jaguaruna, estaria em funcionamento no máximo em dois anos. De lá para cá, já se perdeu as contas das previsões feitas e divulgadas. A longa espera fez com que uma comissão formada por vereadores de Tubarão e Jaguaruna, representantes das CDLs das cidades e Acit de Tubarão visitassem a obra, na manhã desta sexta-feira.

O terminal de passageiros está com 80% das obras concluídas. Porém, algumas modificações precisavam ser feitas no projeto, com o objetivo de cortar custos, apesar de a empresa Sul Catarinense ter conseguido um aditivo de R$ 749,654, no dia 4 do mês passado. Uma das medidas foi trocar cerca de 20% dos vidros que seriam colocados no terminal por paredes de tijolos, que já foram levantadas no último mês.

O presidente da Acit, Eduardo Silvério Nunes, teme que a mudança cause problema de iluminação no terminal. “Vamos analisar este fato e discutir com a secretaria de infraestrutura. Nossa intenção é que o aeroporto comece a funcionar no próximo ano”, avisa.

No andar superior, a empresa já finalizou o processo de colocação do piso, trabalho que só executado por conta do aditivo. Caso contrário, as obras do andar superior seriam paralisadas, explica o arquiteto da obra, Jorge Balsini.
“Foi conseguido um aditivo que ‘salvou’ o andar superior da obra”, esclarece Jorge, aliviado. Para finalizar por completo o terminal, falta a colocação dos vidros e acabamento final. Segundo o presidente da Acit, a conclusão deve ocorrer em 60 dias. A escada rolante, o elevador e a esteira para as bagagens estão instalados e em funcionamento.

Ânimo
A comissão que visitou nesta sexta-feira a construção do Aeroporto Regional Sul saiu satisfeita com o andamento da obra. Apenas dois vereadores de Tubarão, Dionísio Bressan Lemos (PP) e Albertina Terezinha Carvalho, a Bete Xuxa (PSDB), participaram. A presidenta da CDL, Eliane Fernandes, também acompanhou a comissão, assim como o prefeito de Jaguaruna, Inimar Felisbino Duarte (PMDB).

Acesso estará pronto em 540
dias, prevê secretaria

A expectativa agora gira em torno da construção do acesso ao Aeroporto Regional Sul, em Jaguaruna, pela BR-101. O processo licitatório, que seria finalizado nesta sexta-feira pela secretaria de infra-estrutura, foi prorrogado para segunda-feira.

É nessa data, segundo a assessoria da secretaria, que será divulgada a empresa vencedora da licitação. Estão na concorrência o consórcio formado pelas empresas Setep e Sul Catarinense, e o consórcio que reúne as empresas Viapav e Espaço Aberto. O próximo passo será a assinatura do contrato e, em seguida, a ordem de serviço. A previsão é que o acesso, que também inclui a construção do pátio de estacionamento do aeroporto, seja concluído em 540 dias.

A obra compreende uma estrada de cinco quilômetros que ligará o aeroporto à BR-101. No trajeto, serão construídos um viaduto sobre os trilhos da Ferrovia Tereza Cristina (FTC) e uma ponte sobre o Rio Jaguaruna.