Tubarão

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit/SC) volta a alertar os motoristas que trafegarem pelo quilômetro 337 da BR-101 Sul quanto à movimentação de trabalhadores e equipamentos alocados neste trecho, que tem concentrada uma frente de obras, que atua na construção dos acessos à SC-390, pela avenida Severiano Albino Corrêa. Caminhões basculantes, pás carregadeiras e trabalhadores estarão alocados para escavação e transporte de solo com entrada e saída constantes, durante toda esta semana.

Durante o transporte, estes veículos estarão em velocidade bem menor e poderão entrar nos canteiros de obra. “Ao visualizar um caminhão basculante sinalizando a entrada, reduza a velocidade e mantenha distância. Todos os caminhões envolvidos nas obras estão identificados e devem trafegar, no máximo, a 60 km/h, limite da rodovia nesse trecho, quando sem carga”, informa uma nota emitida ontem pelo Dnit.

O consórcio das empresas Setep-Sotepa, responsável pelas obras complementares nesse segmento, abre caminho detonando e escavando as rochas removendo o solo de baixa resistência para construir os retornos em nível para acessar a SC-390, rodovia estadual que liga o litoral à região serrana catarinense. Para a retirada do material escavado, há movimentação de caminhões basculantes e escavadeiras, próximos do fluxo da rodovia.

Os caminhões basculantes utilizam o retorno em nível existente para acesso à frente de obras, requerendo atenção dos motoristas que acessam a rodovia estadual.