André Thomé Igreja (PDT), 28 anos, é professor da rede de ensino de Imbituba. Apaixonado pela profissão, o candidato a deputado estadual pelo PDT quer apresentar em toda a sua campanha projetos voltados à educação. Natural de Imbituba, concorre pela segunda vez ao pleito. Foi candidato a vereador nas últimas eleições, obteve 323 votos. Formado em licenciatura em educação física, faz o bacharelado do mesmo curso na Unisul. André também participou de movimento político na universidade e foi um dos responsáveis pela fundação do Centro Acadêmico de Educação Física da Unisul.
A sua paixão pela política surgiu ainda na adolescência. “Foi quando surgiu a indignação de ver a falta de emprego, falta de oportunidade na área de qualificação profissional e de observar jovens que não conseguem pagar uma universidade”, lembra.
A partir daí, passou a procurar o partido político mais parecido com suas ideias. O que mais chamou a atenção em sua pesquisa foi o Centro Integrado de Educação Pública (Ciep), projeto de pedetista Leonel Brizola que visa oferecer ensino público de qualidade, em período integral, aos alunos da rede estadual. “É esse exemplo que quero lutar para qualificar a educação em nosso estado”, garante. André também faz parte da juventude socialista do estado, movimento ligado ao PDT. É casado e não tem filhos. Em entrevista ao Notisul, o candidato expõe as suas ideias, pensamentos políticos e projetos.

Carolina Carradore
Tubarão

Notisul – Como candidato da região, que bandeira você levantará em sua campanha?
André
– Eu quero ser um amigo da região. Quero me colocar à disposição de todos os segmentos da sociedade. A minha bandeira é, sem dúvida, a educação. Sem ensino, o cidadão não tem emprego. Um dos principais projetos que irei levantar será a implantação em todo o estado dos Centros Integrados de Educação (Cieps). Quero articular esse projeto que já existe e remodelar para a nossa realidade. Precisamos criar um sistema pedagógico que aproxime mais a comunidade, oportunizando ao jovem e à criança a qualidade de ensino. São ideias que podem tornar-se uma realidade e vamos lutar para isso.

Notisul – Para você, qual o papel exato do deputado?
André
– Olha, o papel do deputado é ser um político de coragem, com ética, que queira o bem-estar e a felicidade das pessoas. O deputado tem que fiscalizar as questões do governo, tem que fortalecer os segmentos sociais. Ele também tem que ser imparcial, mas tem que ter sua ideologia, tem que estar aberto a diálogos, observando outras possibilidades de desenvolvimento.

Notisul – Na sua opinião, quais as áreas que precisam de mais investimentos na região?
André
– Vejo uma falta de oportunidade de emprego muito grande. E isso não é somente em falta de vagas, mas a falta de qualificação é uma realidade que prejudica a região. Presenciamos empreiteiras desenvolvendo grandes obras na região e trazendo empregados de outras lugares pela falta de mão-de-obra local. A questão de saneamento básico também é outro problema. A região sul tem muito a oferecer na questão de valorização do meio ambiente, pois oportuniza outros segmentos a serem criados. O esporte também é uma área defasada na região. Há muitos lugares que poderiam ter um atendimento com quadras públicas, áreas de esporte que atendessem a população. O esporte é linguagem unviversal e a solução de vários problemas.

Notisul – Como você avalia a atuação dos deputados que representaram a região até então?
André
– Penso que eles fizeram o trabalho que tinham que fazer. Cada um que disputa uma eleição busca alguns apoiadores e amigos, e por isso minha necessidade de colocar uma situação de candidato livre, pois não tenho compromisso com nenhum segmento específico. Acredito que os deputados que representam nossa região poderiam ser mais atuantes. Vejam que todos tiveram a sua oportunidade e, se eu tiver a minha, com certeza, quero fazer diferente.

Notisul – Como vê está formando sua base eleitoral?
André
– Estamos hoje mobilizando material de campanha, mas principalmente apostando na internet para mostrar o meu trabalho. Tudo que tiver ao meu alcance vou usar desse segmento tecnológico, já que é a primeira vez que é liberada uma eleição pela internet, um avanço muito grande.

Notisul – O PDT apresentou quatro candidatos na região (três para deputados estaduais e um a federal). Você acredita que isso pode prejudicar a tua campanha?
André
– Não. Entendo que aquele que estiver ocupando a cadeira irá representar nossas ideias. Eu sou jovem o suficiente para esperar a minha vez de sentar nessa cadeira. Quero estimular também que mais jovens, mais pessoas de bem, tenham simpatia pela política, que percam o medo que foi deixado pelo regime militar, e abracem essa causa.

Notisul – Quanto você pretende gastar na campanha?
André
– É meio complicado falar em valores. O gasto vai ser focado em questão de material de campanha.

As entrevistas realizadas pelo Notisul com os candidatos com domicílio eleitoral na região serão em ordem alfabética.

Já entrevistados
Ada De Luca (15015) – PMDB – Laguna; Alexandre Moraes (15650) – PMDB – Tubarão; André Igreja (12123) – PDT – Imbituba; Arlei da Silva (23730) – PPS – Capivari de Baixo.