Perdendo apenas para agropecuária, o seguimento da moda encontrasse em um triste pódio: o do trabalho escravo no Brasil. Foi então criado um evento #NaoSomosEscravosDaModa, por meio de uma iniciativa do Ministério Público do Trabalho (MPT), tanto para os indivíduos explorados quanto para a sociedade. O evento ocorreu há um tempo, e a primeira edição teve o tema “Onde está o trabalho Escravo na Moda?”Além do evento #NaoSomosEscravosDaModa (de uma vigilância constante e ações diversas junto ao poder público e judiciário), o MPT desenvolveu um aplicativo para os interessados em fazer denúncias. “Chama-se MPT Pardal, localiza na hora o lugar da queixa e averigua a situação”. O App existe há quatro anos, mas é pouco divulgado.

Vai rolar aí
Pico da Tribo (Praia do Rosa)
Amanhã – Dazaranha, DJ Mariba, DJ Tuca.

Place Beach Club (Jaguaruna)

Amanhã – Vintage Culture.

Container Food Park (Criciúma)
Hoje – DJ Beats.

Ventuno Pub (Urussanga)
Hoje – Recayd Mob, Raffa Moreira, Mjay, DJ T-Dag.