Sou apaixonada por pessoas com mais idade e não é só por que elas me dão comida em potinhos ou presentes fora de época! A minha admiração vai além das experiências incríveis que partilham. Pirei quando encontrei a vovó Izaura Demari no insta, com quase 80 anos, de Londrina, no Paraná. Louca por roupas e acessórios, a vovó Iza não é brincadeira, ela é a  influencer que quero ser um dia. Com quase 10 mil seguidores a vovó Izaura ultiliza a plataforma para divulgar o dia a dia, passeios e viagens! @voizaurademari dêem uma olhadinha lá gente, é para se apaixonar!

#AgoraÉQueSãoElas
Quem nunca se pegou de frente para o mar, escutando o quebrar das ondas e sentindo aquela sensação de êxtase? Ouvir sons da natureza, como gotas de chuva caindo, folhas sendo levadas pelo vento ou pássaros cantando pode alterar as vias neurais do cérebro, o que ajuda a acalmar e combater a ansiedade. A ideia é conseguir observar os acontecimentos e tirar o foco do próprio pensamento. Pacientes com ansiedade, depressão e transtorno pós-traumático costumam focar internamente quando ouvem sons artificiais. Mas os que escutam sons da natureza conseguem transferir essa atenção para fora do corpo, o que garante um estado de relaxamento.
“A terapia do trovão é uma prática de mindfulness, na qual você escuta o som de trovões ou outros sons da natureza e produz um efeito calmante na ansiedade, ajudando a aliviar o estresse”.