Tenho trazido aqui para a coluna várias dicas e tutoriais de como transformar o seu WhatsApp mais seguro e produtivo. Com mais de 2 bilhões de usuários, certamente é o mensageiro mais utilizado em todo ocidente.

E neste sentido, tenho recebido questionamentos sobre o WhatsApp GB. Será que vale a pena baixar essa versão modificada? Seus ganhos serão maiores do que os riscos?
WhatsApp GB

O WhatsApp GB ou GBWhatsApp nada mais é do que uma versão não oficial e modificada do WhatsApp verdadeiro. Um verdadeiro clone. Um aplicativo pirata. Mas mesmo assim desejado por muitos usuários do mensageiro pelas suas funcionalidades que vão além do aplicativo oficial.
• Desde digitar um PIN para proteger as mensagens
• Não mostrar quando você está digitando ou gravando um áudio
• Agendar o envio de mensagens
• Não notificar a leitura de mensagens
• Fazer chamadas de vídeos com mais pessoas
• Enviar áudios com tamanhos maiores
• Mudar as cores e layouts com mais opções
• Usar até 2 números no mesmo app
• Possibilidade de ocultar informações do remetente

Estes e outros recursos extras presentes na versão clone do WhatsApp, na sua maioria não estão presentes e nem tem data para um possível lançamento futuro na versão oficial. Então, é natural que muitas pessoas se interessem e busquem essas versões piratas em vista do número maior de possibilidades oferecidas. Estima-se que mais de 25 milhões de pessoas em todo planeta já tenham feito seu download.
Riscos ao baixar o WhatsApp GB

O WhatsApp GB é um aplicativo exclusivo para o sistema operacional Android. E mesmo assim, não está disponível na loja oficial, a Play Store. Para utilizá-lo é necessário baixar uma “APK” externa e autorizar o Android a instalar programa de fonte desconhecida.

Como a origem do WhatsApp GB é desconhecida, e a sua hospedagem geralmente se dá em sites de compartilhamento de arquivos, tanto o Google Play quanto a Apple Store vetam sua disponibilidade nas lojas.

Isso porque, além de ser uma cópia do código fonte original, também não conseguem comprovar a garantia de privacidade do usuário entre outros pontos avaliados. Ou seja, ele não passou por nenhum filtro de segurança.

Neste sentido, os riscos envolvidos são muitos. E será que valem a pena serem assumidos?
O menor de todos é ser banido da rede social por utilizar um programa não homologado pelo fornecedor do serviço. No caso o WhatsApp do Facebook.

Mas há outros muito maiores. E um deles é a falta de garantia de privacidade ou segurança. Não dá para saber se realmente a conversa está sendo criptografada e seus dados estão seguros.

Mensagens de foro íntimo e até mesmo dados de negociações comerciais, como CPF e informações bancárias, podem estar sendo coletadas. E o pior, repassadas para terceiros que as utilizarão de forma inadequada.

E como se não bastasse ter suas conversas passíveis de serem abertas e retransmitidas sem sua permissão, o próprio telefone fica vulnerável. Lista de contatos, acesso à fotos, câmera e microfone. Localização e perfil de uso de outros APPs.

E em alguns casos, a lista de permissões solicitadas pelos APPs alternativos vão além. Até mesmo para controlar sua conta Google, definir senhas, criar ou remover contas. Ou seja, ele passa a ser administrador do seu telefone. E com a sua “permissão”.

 

Vale o risco?

WhatsApp GB, Yo WhatsApp, WhatsApp +, NS WhatsApp,  são apenas alguns desses clones disponíveis e tendo como apelo recursos exclusivos. Alguns são “clones” e outros “modificados”. Mas vale o risco? Mesmo sabendo que só no Brasil em 2020 foram clonadas mais de 5 milhões de contas do WhatsApp?

Ser banido da rede oficial é o menor deles. Mas quanto vale seus dados pessoais? Suas informações de foro íntimo? E lembre-se, não apenas você, mas também as mensagens do seu interlocutor ficarão sujeitas a vazamentos. Incluindo informações dos seus contatos. Mesmo que eles use o programa oficial.

Então, vale o risco?
Assista esse conteúdo também em vídeo diretamente no youtube em: https://youtu.be/1e8FomRpaEo