Falamos na última semana sobre como as cores podem influenciar reações na nossa pele, e hoje vamos falar sobre como as maquiagens também devem ser escolhidas levando em conta nossa característica de coloração pessoal.

Como eu estava dizendo na semana anterior por aqui, nossa pele tem características que se adaptam a determinadas nuances de cores. Você já deve ter experimentado ou usado um batom que deixou seus dentes amarelados ou ficou destoante com o restante do seu rosto, você gosta da cor do batom mas por algum motivo quando usa não se sente bem.

Acontece muito em meus atendimentos de clientes reclamarem que não se gostam quando passam lápis preto nos olhos, e bingo! Tínhamos acabado de descobrir que na sua cartela não existe essa cor. Para algumas pessoas a cor preta pesa demais no semblante, as características da sua pele não se adaptam a determinadas nuances e algumas pessoas percebem isso e deixam de usar, outras continuam usando sem entender ou saber que tem relação direta com as cores.

A cor do blush é importante também, visto que é uma cor colocada numa região bem evidente do rosto, alguns tipos de pele se dão melhor com nuances alaranjadas, pêssego, já outras com tons rosados. A intensidade da cor também influencia, cores muito fortes ou muito claras devem ser analisadas para não pesar demais no rosto. Mas, tudo isso pode ir abaixo se a sua base estiver errada. Teste bases com fundo mais amarelado ou mais rosado para que se adapte melhor com a pele, ou pode parecer que você está usando uma máscara.

Enfim, a intensão aqui é fazer você começar a observar como as cores se comportam na sua pele, e voltando ao batom, se você não abusa das cores e prefere os mais discretos, existe um nude para cada pele. Nuances mais rosadas para pele com subtom frio e nuances mais alaranjadas para peles com subtom quente. E como fazer para saber sobre suas melhores nuances? Somente com o teste de coloração pessoal! Se você ainda tem muita dúvida sobre esse assunto eu vou adorar te contar mais sobre.

Beijo beijo