Com o início da Copa do Mundo, o tutor de cão e/ou gato deve se preocupar não somente com a vestimenta verde e amarela do bichano, como também cuidar do ambiente para que a época, considerada uma das mais alegres para o brasileiro, não se transforme em momentos de estresse –-tanto para ele quanto para o pet que, cada vez mais inseridos na família, acabam participando das comemorações. O médico veterinário dos Snacks DogLicious e CatLicious dá algumas dicas para curtir a festança:

Adereços: Em relação aos adereços, procure usar adereços específicos que não causem incomodo ou machuque seu amigo. Importante que o pet já esteja acostumado a utilizar também para não causar estresse. Atenção com fitas, bandanas e acessórios plásticos que possam enroscar e causar ferimentos e até mesmo sufocamento ou ainda algo que ele possa tirar e engolir. De preferência, se for utilizar algum acessório, sempre esteja perto de seu amigo supervisionando-o. Sobre tinturas de pelo, utilize apenas as desenvolvidas para os pets. Mesmo assim, faça um teste com um pouco de tinta em uma pequena área, diretamente na pele e observe se não causa nenhum tipo reação alérgica local. Cuidado com a alimentação: Em relação aos petiscos que servimos durante os jogos, não ofereça de forma alguma. Além de não ser própria para eles, estes alimentos estão carregados muitas vezes de gordura e outras substâncias que pode causar distúrbios digestivos graves. Use snacks específicos e também de forma moderada. Bebida alcoólica jamais, o álcool é extremamente nocivo para eles e pode causar intoxicações graves. Barulho e fogos de artifício: Em relação ao barulho, para os pets, o ideal é não haver. Por possuírem ouvidos sensíveis e potentes, os barulhos das vuvuzelas, apitos, cornetas, televisão alta, gritos e principalmente rojões, os deixam muito estressados e atordoados. Dentro de casa se estiver com um pet junto, comemore com moderação de barulho, eles agradecem. Abaixo algumas dicas para quem não consegue escapar dos rojões:

– Não deixe os cães acorrentados, pois ao ouvir os fogos eles entram em pânico e podem acabar se sufocando. Mantenha o local seguro, livre de objetos que possam machucá-lo.

– Se você tem uma piscina em casa, cubra-a bem para evitar que animais assustados caiam e se afoguem nela. Lembre-se de que mesmo sabendo nadar, se o nível da água estiver baixo, eles não conseguirão sair sozinhos.

– Feche portas e janelas para evitar fugas. Assim você garante que eles ficarão protegidos.

Os cães e gatos também podem aproveitar as festas da Copa do Mundo de uma maneira divertida, deliciosa e sem riscos. “Se o tutor quer agradar o cãozinho ou o gatinho, deve oferecer petiscos específicos de pet para ele, pois muitos dos alimentos para humanos podem causar intoxicações sérias nos animais de estimação”, aponta Marcello Machado. O veterinário reforça que os snacks podem ser oferecidos como agrado ou  recompensa, mas não substituem a alimentação completa diária. “Os Snacks DogLicious e CatLicious da Total Alimentos possuem diversas opções de sabores e funcionalidades para agradar os pets, inclusive em momentos de festa, onde eles ficam olhando para o tutor implorando por um agrado”, finaliza.

Participe!
Se você, assim como eu, adora o seu aumigo e quer vê-lo aqui como nosso destaque, mande um e-mail para: a_crris@hotmail.com. Sigam-nos no Instagram @pipaminhavidadecao, Facebook www.facebook.com/minhavidadecao.

Dica
Com os dias mais frios, as ONGs precisam de doações de caminhas, casinhas, cobertores e ração. Nossos peludos também sentem frio, sede e fome. Acolher quem necessita é um ato de amor. Vamos fazer uma corrente do bem e ajudar estes seres que transformam nossas vidas.