Hoje, vamos dar oito dicas para o comportamento de seu aumigo.

1. Toda experiência importa na vida de um cão: o pet convive com uma série de profissionais ao longo da sua vida: o motorista que o leva e traz do pet shop, banhistas, tosadores, veterinários, passeadores e, é claro, com os donos. “E é nessas experiências todas, dentro e fora de casa, que ele vai aprendendo sobre o mundo e se relacionando com ele”, explica a orientadora comportamental canina.

2. Analise as condições de bem-estar gerais do seu pet: do espaço onde ele vive até as atividades que ele faz, tudo é importante para garantir a qualidade de vida do seu amigo. “É possível perceber a diferença no comportamento do pet quando orientamos os donos e eles passam a fornecer condições de bem-estar reguladas com as necessidades do pet”, comenta Ana Alice.

3. Mantenha os cuidados veterinários e a alimentação em dia: seu pet está se agindo de forma estranha? Antes de pensar em problema de comportamento, visite o veterinário e verifique se ele está recebendo alimentação adequada e em horários regulares. São dois fatores que contam muito para uma rotina equilibrada.
4. Procure profissionais qualificados para manejar seu cão: “já recebemos casos de cães que passaram a desmaiar ao entrar no carro, por exemplo, por causa de experiências antigas que não foram boas com um táxi dog”, comenta a adestradora.

5. Aprenda a ouvir e ver o mundo do ponto de vista do seu pet: isso ajuda a identificar medos e evitar que você aumente a angústia do seu pet ao forçá-lo a se aproximar demais de itens com os quais ele não sabe lidar.

6. Descubra o que motiva seu cão: segundo a fundadora da Cão Vivência, compartilhamos alguns sentimentos com todos os outros mamíferos, e um deles é a diversão, no ato de brincar. E quando acionamos essa parte do cérebro em nossos cães, motivamos nosso amigo a aprender e a superar medos. “A Cão Vivência trabalha com técnicas baseadas no que é divertido do ponto de vista do cachorro. E como usar a alegria de aprender a nosso favor”, complementa.

7. Respeite os medos do seu cão: se você não sabe como ajudar seu amigo a superar algum medo, o melhor é evitar que ele se aproxime do objeto. Não force a barra! E procure um profissional para ajudá-lo nessa jornada.

8. Não existe cão desobediente, mas existe cão sem foco: as atividades mentais como brincadeiras e treinos de comando ajudam a exercitar o foco do seu cão para que vocês falem a mesma língua. Sem se entender, fica difícil saber o que o dono ou o cãozinho quer!

Dicas
Se você puder colocar água e ração a um cão de rua, faça. É uma iniciativa que infelizmente poucos têm, mas que salva a vidinha destes anjos de quatro patas. As ONGs precisam de doações de caminhas, casinhas e ração. Pois nossos peludos também sentem sede e fome. Acolher quem necessita é um ato de amor. Vamos fazer uma corrente do bem e ajudar estes seres que transformam nossas vidas.

Ajude a manter essas vidas
Infelizmente, a velocidade para doar cães e gatos não é a mesma das contas vencendo, então, venho aqui para pedir a ajuda de vocês. A Ivania é uma cuidadora muito dedicada e empenhada pelos seus aumigos. Ela precisa de 80 pessoas para apadrinhar um aumigo com o valor de R$ 50,00 mensais até que o afilhado ou afilhada seja doado ou vire estrelinha. Precisa também de doação de ração. Nos álbuns dela, no Facebook, há fotos de quase todos eles e você pode escolher o seu afilhado. Sem ajuda, ela não consegue dar uma vida digna para os bichinhos. Entre em contato com a Ivania pelo WhatsApp: (48) 99996-3059 ou via Facebook: Ivania Beatriz Pires Camargo. Ou efetue um depósito na Caixa, agência 0410, operação 013, conta número 15936-1. Unidos somos mais!

Participe!
Se você, assim como eu, adora o seu aumigo e quer vê-lo aqui como nosso destaque, mande um e-mail para: a_crris@hotmail.com. Sigam-nos no Instagram @pipaminhavidadecao, Facebook www.facebook.com/minhavidadecao e Snap Minhavidadecao.

Destaque da semana!

Foto 001

Aumigos, o destaque desta semana é a Chiara, uma galinha muito fofa e amada. A sua irmã, Olívia de Souza Wernke, contou-me que elas eram amigas inseparáveis. Ela adorava receber carinho e ficar no colo. Mas sua idade avançada e problemas de saúde fizeram com que ela morresse. Mas Olivia nunca a esqueceu. Coisa mais linda essas duas!

Foto 002

Pessoal, para adoção temos esta menina linda! É de porte médio e já está castrada. É dócil, carinhosa e adora brincar. Quem puder adotar esta fofura pode entrar em contato com a Rose pelo telefone (48) 99628-2823.

Foto 003

Ainda para adoção temos esta menina. Tem apenas 4 meses de vida, já esta castrada e vacinada. É muito dócil e calminha. Quem puder adotar pode entrar em contato com a Vivi pelo telefone (48) 99622-1328.