Hoje, vamos dar dicas de como aproximar seus aumigos dos seus felinos. A maioria dos cães, especialmente os mais jovens, prefere brincar com outros animais em vez de atacá-los. Embora alguns considerem cães e gatos como inimigos naturais, há muitos casos onde eles se tornam grandes amigos.

1- Permitir a esses animais estabelecer limites seguros, limitar o acesso entre eles e trabalhar em etapas para controlar a agressão do seu cão são as chaves para impedir um cão de atacar um gato. Listamos abaixo seis passos:

2- Apresente o cão para o gato bem cedo – quando ainda são filhotes, se possível. Dê aos animas a oportunidade de se conhecerem na sua presença, independente da idade do cachorro. Permita ao gato gradualmente ficar à vontade perto do cão, o que o tornará menos propenso a atacar.

3- A castração pode ser útil na redução do comportamento agressivo em relação aos gatos e também a outros cães.

4- Passeie com seu cão com frequência e brinque o máximo possível para manter os níveis de energia do cão mais baixos quando ele interagir com o gato mais tarde.

5- Leve o cão para um treinamento de obediência realizado por um treinador profissional. Estabeleça uma série de comandos a serem seguidos pelo cão, assim, mesmo que haja um ataque iminente, você estará preparado para impedi-lo com as vozes de comando praticadas.

6- Fique no ambiente quando os animais estiverem juntos. Repreenda a animal a qualquer sinal de agressão. Sinais de agressão incluem mostrar os dentes, rosnar e assumir uma postura rígida.

7- Mantenha áreas separadas em sua casa para cada animal, se possível. Mantenha-os separados sempre que você não estiver por perto para monitorá-los. Deixe os cobertorzinhos ou caminhas de um animal com o outro em áreas separadas, assim eles se acostumam com o cheiro um do outro.

Dicas e Alertas: Nunca tente separar fisicamente uma briga entre seu cão e seu gato, pois você pode ser acidentalmente arranhado ou mordido.

Dicas
Se você puder colocar água e ração a um cão de rua, faça. É uma iniciativa que infelizmente poucos têm, mas que salva a vidinha destes anjos de quatro patas. As ONGs precisam de doações de caminhas, casinhas e ração. Pois nossos peludos também sentem sede e fome. Acolher quem necessita é um ato de amor. Vamos fazer uma corrente do bem e ajudar estes seres que transformam nossas vidas.

Ajude a manter essas vidas
Infelizmente, a velocidade para doar cães e gatos não é a mesma das contas vencendo, então, venho aqui para pedir a ajuda de vocês. A Ivania é uma cuidadora muito dedicada e empenhada pelos seus aumigos. Ela precisa de 80 pessoas para apadrinhar um aumigo com o valor de R$ 50,00 mensais até que o afilhado ou afilhada seja doado ou vire estrelinha. Precisa também de doação de ração. Nos álbuns dela, no Facebook, há fotos de quase todos eles e você pode escolher o seu afilhado. Sem ajuda, ela não consegue dar uma vida digna para os bichinhos. Entre em contato com a Ivania pelo WhatsApp: (48) 99996-3059 ou via Facebook: Ivania Beatriz Pires Camargo. Ou efetue um depósito na Caixa, agência 0410, operação 013, conta número 15936-1. Unidos somos mais!

Participe!
Se você, assim como eu, adora o seu aumigo e quer vê-lo aqui como nosso destaque, mande um e-mail para: a_crris@hotmail.com. Sigam-nos no Instagram @pipaminhavidadecao, Facebook www.facebook.com/minhavidadecao e Snap Minhavidadecao.

Destaque da semana!
Foto 001
Aumigos, o destaque desta semana é a Baby, uma Pinscher de apenas 5 meses de vida. Seu irmãozinho, o Gustavo de Souza Antunes, contou-me que a Baby é muito carinhosa, adora brincar e ficar no colo. Coisa mais amada esses dois.

Foto 003
Pessoal, esta menina foi atropelada e foi deixada agonizando. Até que foi resgata e levada a uma clínica para análise, onde foi constatado que ela quebrou o fêmur e a tíbia, terá que passar por cirurgia, com o valor aproximado de R$ 1,5 mil. Precisamos de ajuda para pagar a conta no pet. Ela está na AUS PET. Quem puder ajudar pode deixar sua colaboração na clínica em nome de Gisele Michels Meurer.

Foto 002
Pessoal, para adoção temos a Marcelina, esta menina linda de apenas 4 meses de vida. Ainda é bebê, mas é bravinha, gosta de brincar e é carinhosa. Tem castração garantida! Quem puder adotar essa fofura pode entrar em contato com a Gi pelo telefone (48) 99991-8342.