Por mais bem cuidados que o cão ou gatinho doméstico sejam, eles estão expostos a diversos tipos de parasitas, especialmente os vermes, que podem afetar não somente o animal, como também os tutores e, principalmente, as crianças.
As verminoses estão por todos os lados e podem ser veiculadas através dos alimentos, do ar e da água, bem como durante os passeios pelas ruas e praças. Os filhotes de cães e gatos estão mais suscetíveis à contração em dois momentos: na hora do parto e através da amamentação. “Já nos pets adultos, na maioria das vezes, a contração de alguma verminose ocorre por ingestão de fezes que estão infectadas ou durante o contato com animais portadores de um parasita, como os ratos”, explica Bárbara Benitez, coordenadora da Comunicação Científica da Total Alimentos e médica veterinária da Equilíbrio.
Confira os principais sintomas das verminoses, de acordo com a veterinária:
1 – Perda de peso: “Os vermes se alimentam das proteínas e/ou sangue oriundo dos tecidos do pet. Isso faz com que o animal filtre menos nutrientes do que realmente precisa. Além disso, os vermes provocam lesões que comprometem a digestão e dificultam a absorção dos alimentos.”
2 – Mudança na pelagem do gato: “A pelagem fosca e/ou desajeitada pode indicar a presença de um parasita. A desidratação, bem como a má absorção de nutrientes, pode ocasionar uma infecção parasitária e refletir no pelo do gato ou do cãozinho.”
3 – Notou que o abdômen está maior: “Não confunda o aumento abdominal como sinais de que o pet está ganhando peso e/ou engordando. Um abdômen com vermes tende a ficar inchado e ocasionar o aumento de volume na barriga. Um teste rápido que pode ser feito é apalpar o abdômen e notar se o animal sente desconforto quando você toca.”
4 – Avalie a gengiva do gato: “A gengiva deve estar sempre rosada, pois isso indica que o animal está saudável. Se tiver pálida e/ou branca, pode sinalizar uma anemia ou então qualquer outro sintoma que pode ser provocado por um parasita.”
5 – Cuidado com a diarreia e as fezes do bichano: “A diarreia tende a ser um dos sinais de que a barriga do pet está com vermes. Por isso, verifique a situação das fezes do animal. Quando escuras ou esverdeadas, pode ser um sinal de que estão com sangue, o que pode indicar uma necatoríase – doença parasitária ocasionada por vermes que fixam nas paredes do intestino delgado e causa o sangramento. Muitas vezes, podem ser observados ovos de parasitas nas fezes. Por isso observe e veja se há algum indício.”
6 – Procure por indícios: “Veja se o cão ou gato está roçando o bumbum no chão. Isso pode ser um indício de que o pet sente coceira na região do ânus. O prurido é causado por ovos de parasitas que podem estar saindo do reto e grudando no pelo do pet. Observe, ainda, a cama e os lugares onde o pet costuma ficar. Os ovos podem ser vistos nestes espaços. Lembre-se: use sempre uma luva e pedaços de madeira ao mexer nas fezes para procurar pistas.”
“Ao identificar algum desses sinais, o tutor deve levar o animal rapidamente ao médico veterinário, pois, quando não tratado a tempo, o pet pode piorar e desenvolver problemas mais sérios de saúde”, alerta a veterinária.

Novidade no mercado
Foto 2

A nutricionista e proprietária da Apolo Pet Food, Beatriz de Carvalho, me contou um pouco mais sobre os petiscos. A ideia surgiu porque ela é apaixonada por cachorro e resolveu juntar suas duas paixões: a alimentação saudável e os petiscos. Ela começou fazendo só para o cachorro dela, mas as pessoas queriam receita e viviam perguntando. A ideia foi tomando forma, daí nasceu a empresa. Os petiscos são 100% naturais, sem aditivo químico, sem corante, sem conservante artificial, feito com comida de verdade. Por não ter nenhum tipo de conservante, a durabilidade dele é menor. A produção é artesanal, com muito amor para os nossos aumigos. Está à venda em vários pet shops da região.

Dicas
Se você puder colocar água e ração a um cão de rua, faça. É uma iniciativa que infelizmente poucos têm, mas que salva a vidinha destes anjos de quatro patas. Com os dias mais frios que estamos tendo as Ongs precisam de doações de caminhas, casinhas, cobertores e ração, pois nossos peludos também sentem sede e fome. Acolher quem necessita é um ato de amor. Vamos fazer uma corrente do bem e ajudar estes seres que transformam nossas vidas.

Participe!
Se você, assim como eu, adora o seu “aumigo” e quer vê-lo aqui como nosso destaque, mande um email para: a_crris@hotmail.com. Siga-nos no Instagram @pipaminhavidadecao, Facebook www.facebook.com/minhavidadecao e Snap Minhavidadecao.

Destaque da semana!
Foto 001
Aumigos, temos um destaque duplo esta semana. A Dora e a Ursa, duas Chow Chow muito fofas. Sua mamãe Carla Silva de Aguiar me contou que elas são super irmãs e vivem grudadas. Mas enquanto a Ursa é super agitada, sua irmã Dora é a calmaria em forma de pet. Ahhh, linda demais esta família.

Foto 002
Pessoal, para adoção temos este menino fofo, de apenas 45 dias. Ele já está vacinado e tem castração garantida. Como todo filhote, é muito amável e tem bastante energia, adora brincar. Quem quiser adotar essa fofura entrar em contato com a Letícia pelo telefone 48-99926-9466.