#ParaTodosVerem Na foto, uma pessoa comemora a superação de obstáculos
- Foto: Free Pick | Divulgação

Urano, Marte, Mercúrio e a Cabeça do Dragão. A conjunção confere um desejo constante de crescer, transpor os próprios limites e ir além das fronteiras do desconhecido. As pessoas sob estes aspectos, esforçam-se para ampliar suas consciências, por meio do conhecimento, tentando encontrar maior segurança e uma nova ordem ética e moral. Hora de melhorar o desenvolvimento pessoal e de romper com as zonas fronteiriças da psique humana. Urano impulsiona o indivíduo, as vezes de forma abrupta e por meio de eventos súbitos.

O planeta Marte, nessa conjunção, pode nos levar tanto a rupturas quanto a verdadeira razão. Temos ainda a presença de Mercúrio, em quadratura. Isso pode significar o rompimento do lacre do silêncio imposto por padrões de comportamento. Aquilo que sempre esteve velado e não podia ser dito, agora pode. O intelecto que é regido por Mercúrio, agora já está cansado de tanta crença e estará em busca de novos conhecimentos. Toda essa arquitetura astrológica se dá em torno do Nódulo Norte ou Cabeça do Dragão, em oposição ao Nódulo Sul em Escorpião. De um lado teremos os que tentarão parar a marcha do tempo, do outro, os que estarão dispostos a enfrentar as forças repressivas de Saturno.

Alguns terão a sensação de que, apesar dos grandes esforços feitos, não conseguirão seguir em frente, dado as atitudes tomadas no passado recente. Nesses momentos, se resignam e abandonam posicionamentos insanos. Ainda assim, pode ser demais ter de considerar que, sob o efeito de Urano, ocorrem reinícios onde tudo pode virar de cabeça para baixo. O que antes era considerado bom passe a ser rejeitado, e que o que foi rejeitado, ser considerado bom). Fronteiras são cruzadas e paredes caem, muitas vezes sem nossa intervenção.

Luiz Henrique
Astrólogo presencial e online
(48) 99623-6232 (WhatsApp)
Tarô, mapa astral, constelação arquetípica e numerologia
@boaastrologia
@meuespacotb