Tudo isso já aconteceu antes, nossos destinos já estão traçados e não há nenhuma maldição apocalíptica nos espreitando assim que virar o ano. A única coisa que nos espera são as consequências de nossos atos e isto sim, pode ser uma verdadeira tragédia/catástrofe.

Isso não começou agora, é o resultado de muito ódio estrategicamente insuflado em camadas na nossa psique, contra os que podem menos e outros que nem podiam se defender. Isto não é, nem nunca foi uma luta limpa.

Os culpamos pela pobreza em que vivem, por toda violência e desterro, para que assim continuemos, puros e imaculados, consagrando nossa superioridade com grandes taças de leite.

Tanto ódio pra desumanizar, descartar uma parcela de seres escolhidos para morrer justificando privilégios.

Mas em hipótese alguma, isso vem ou poderá vir de algum lugar do futuro. Ainda estamos todos prisioneiros de um passado repleto de trauma e conflitos.

Cármico mesmo, é ficar repetindo isso.

Entoando “slogans” de um passado perfeito do qual viemos, onde tudo era maravilhoso, quando na verdade, mentimos pra nós mesmos. Ninguém quer assumir o quão fatídico e estúpido está sendo a experiência de se ficar repetindo isso.

A fome é uma coisa muito velha, tão velha quanto a injustiça e o medo. Roubar, enganar, prevaricar e matar tem até no velho testamento. Tudo passado, escrito por linhas tortas e um montão de gente dizendo que está certo. Basta.

Mais um Natal de gente te desejando isso e aquilo, nessa brisa de sinceras felicidades que não passarão de uma semana.

Adeus ano velho, adeus velho mundo.

Até mesmo na Astrologia, ainda estamos buscando nas velhas conjunções de 1900, saber quanto de passado se irá repetir agora…

—Não!!!

A vida é muito mais dinâmica, imprevisível e perigosa, posso morrer agora mesmo, enquanto escrevo isso.

Então eu não te desejo um Feliz Natal, “Desejo que você tenha a quem amar, e quando estiver bem cansado, ainda exista amor pra recomeçar, pra recomeçar” (Frejat), e muito mais do que isso, um Natal sem mentiras já ajuda a formar um bom presente, e um ano cheio de coisas inéditas, só pra variar.

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul

 

Luiz Henrique Astrólogo

(48) 99623-6232 (Whats) Presencial/Online

Tarô; Mapa Astral; Constelação Arquetípica;

Numerologia; @boaastrologia