Ganância = Ignorância

"Como em quase tudo na vida, sempre há dois caminhos a escolher, a mente quer e trabalha quase que exclusivamente, por resultados. A consciência, procura as causas", Luiz Henrique.

O começo do fim felizmente, passa por aqui.

Como em quase tudo na vida, sempre há dois caminhos a escolher, a mente quer e trabalha quase que exclusivamente, por resultados. A consciência, procura as causas.

Seguindo por este istmo, chega-se ao mundo, ou seria o submundo de Netuno? que agora como sociedade deveremos experimentar e escolher de qual sistema realmente faremos parte se do capitalista ou se do sistema Solar.

A nebulosidade, as transparências e a trans-pessoalidade são atributos dessa energia que vai até à raiz profunda de nossos infernos internos.

Neste desafio com Marte (quadratura), fica quase impossível deter o desespero diante dos resultados de equívocos cometidos, que irão advir, frutos das crenças.

Sorte não é, nem nunca será mero acaso. Tudo deve ser antecipado, criamos a ciência que deveria servir para isso. Aqui não se trata mais de opção e sim de resultado de escolhas que já foram feitas. A causa verdadeira do que está nos levando para extinção.

Apesar de toda impulsividade negativa presente em Áries, é apenas em raros momentos como esse, que se tem a força necessária para se tomar o impulso a partir do fundo do poço e chegar até a superfície.

Agora com a quadratura formada por Marte e Netuno, a finalização do que se conhece como país, povo ou pátria, deverá atingir o seu nível mais baixo, o desumano. Netuno é um planeta muito lento, transpessoal, e de grande atuação e influência sobre as massas.

Essa massa vai se percebendo em crise, coisa que ela já está faz tempo, mas assim mesmo o tardio cair da ficha e seu “gran finale”. A densidade negativa da emoção que tomou conta das pessoas, chega agora a seus estertores finais. Toda escolha errada, geralmente, leva a um final previsível.

Atingimos um pico onde morreu mais gente do que nasceu, começou verdadeiramente a extinção. Como já vimos boquirrotos dizendo ‘Je ne regrette rien’ (Não, não me arrependo de nada). Eles não morrem com a morte. O arrependimento para eles é algo muito pior. O que realmente os mata é a vida.

Por favor, viva!

Luiz Henrique: (48) 99623-6232 (Whats) Presencial/Online.
Tarô Terapêutico, Astrologia Clínica;
Constelação Arquetípica; Numerologia; @boaastrologia