#pracegover Na foto, ilustração de planetas
Foto: Reprodução Internet

“A vida pode ter reviravoltas mais sombrias do que nos disseram que teria, mas sempre haverá uma luz no final”, Lady Whistledown

O que que está nos matando? É uma doença, uma praga, uma dizimação em massa? Nós não existimos sem um coletivo. E a medida em que, perdemos toda essa interconectividade, adoecemos.

Quanto mais se ignoram os fatos mais a coisa se alastra e mata. A Vida não vale mais nada. São diferentes graus de gravidades, separada por cepas de letalidade. É o vírus? É a gente? A gente é um vírus? Somos perigosos, beligerantes e letais também.

É o fim do “Faz de Conta”. Esse encontro monumental de Planetas em Aquário mudará a década, transformando a realidade como nunca havíamos visto antes. Chega de acabar com o mundo! Basta desta auto-sabotagem apocalíptica, acadêmica, religiosa e cientificista.

Sempre tem algo vindo, uma praga, um meteoro, parece que isso nunca tem fim. A religião com suas pragas, a ciência com suas bombas. E a gente no meio disso tentando sobreviver. Isso é muita ingenuidade.

Urano, está disponibilizando uma nova identidade para uma nova humanidade. Sem delírios, nem utopias, simplesmente o ‘equipamento‘ que tínhamos até então, não funciona mais, quebrou. A essa altura dos fatos, o processo desencadeado já é irreversível.

Pode ser o despertar para uma nova experiência social qualitativamente melhor. Estamos chegando lá e já é possível ver a luz no fim do túnel. Marte está no meio do caminho, disposto a vir para briga nessa quadratura. Se antes não era possível entender o que realmente nos separa, agora isso se torna cristalino.

Marte, acentua o lado mais primitivo e combativo de nossa personalidade, o medo e a luta pela sobrevivência. Na outra metade de Touro, Urano, mostra que o futuro que era pra ser também já chegou. Não é mais a forma, e sim o sentido do que estamos fazendo para viver ou seria a perda disso que nos faz morrer.

A Lua Nova de 11/02 deixou-nos a advertência de que tudo o que se queira começar, precisa de maturação das ideias. Não compre agora, espere o mercado reagir, as sementes precisam germinar e isso pede pelo menos uma semana a mais. Mercúrio ainda retrógrado pede cautela com o que se fala e por onde se anda. As coisas realmente se definem a partir da entrada do Sol em Peixes.

Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul