Na liturgia desta sexta feira, o Evangelho ressalta as dificuldades e as contradições que o cristão haverá de sofrer por causa de Cristo,  do seu Evangelho, como deverá resistir e perseverar até o final. Jesus nos prometeu: «Eis que estou convosco todos os dias, até o fim dos tempos» (Mt 28,20); mas não prometeu, aos seus, um caminho fácil, antes pelo contrário, lhes disse: «Sereis odiados por todos, por causa do meu nome» (Mt 10,22). O mundo como estrutura afastada de Deus obedece a outro senhor, que o Evangelho de São João denomina como o senhor deste mundo, o inimigo da alma, o que fez com que o cristão fizesse um juramento— no dia de seu batismo— de desobediência, de dizer não ao inimigo, para pertencer somente ao Senhor e à Mãe Igreja, esposa de Cristo. E você: como está a sua vida de fé? Aproxime-se da igreja se você está afastado(a)!