“O que guarda a sua boca e a sua língua guarda a sua alma das angústias” (Provérbios 21,23). O papa Francisco falou fortemente contra as pessoas que fazem fofocas, chamando-as de “terrorista das fofocas”: “quem fofoca é como um terrorista que joga a bomba e vai embora, destrói: destrói com a língua, não promove a paz”. As fofocas também são proibidas nos 10 mandamentos: “Não dirás falso testemunho contra o teu próximo” (Êxodo 20,16).

Para combater as fofocas, devemos resistir a isso. Em primeiro lugar, não passe tempo com pessoas que fazem fofocas nem participe de suas conversas. O desejo de causar danos a outro é a atitude de um pecador.

Se você testemunhar fofocas, fale que não deseja participar disso e vá embora.

Como regra geral, respeite os segredos dos outros e reflita antes de falar.

Reze pelas pessoas que foram prejudicadas por histórias injustas e infundadas. Escolha dizer coisas boas sobre os outros ou não dizer nada.