O Evangelho deste dia deixa claro que nem todos se salvam. Não por um capricho de Deus, mas por uma escolha clara e pessoal de alguns de viverem contra Deus e os valores do Evangelho. Quando Jesus afirma que, numa mesma casa, no final dos tempos, um será tirado e outro deixado, está afirmando isso. Muitos estarão preparados para o encontro com o Cordeiro no final da história, outros não. Talvez alguém diga: mas isso é injusto. Injusto é viver sem perceber e sem responder positivamente aos apelos divinos que constantemente o Senhor nos envia, nos dando a oportunidade de mudarmos de vida já, hoje.