2– Pacificar a família. Se pacificarmos a alma, é mais fácil “pacificar a casa”. “Existem muitas tristezas nas famílias, muitas lutas, tantas pequenas guerras, desunião”, disse Francisco, convidando-nos a indagar se a nossa família está em paz ou em guerra, se um está contra o outro, se há desunião, se existem pontes “ou muros que nos separam”.