Você tem sofrido algum tipo de desgosto ou agressão psicológica? Sugiro uma forma saudável de reagir: ignorando o desafeto de uma vez por todas, ainda que, intimamente, a alma esteja quebrada. Dessa forma, estaremos oferecendo a ele o contrário do que esperava e, por isso mesmo, a raiva, aos poucos, sairá da gente e permanecerá dentro dele. Porque é isso o que os maldosos merecem: exílio emocional, para que, quem sabe, possam vir a refletir sobre os danos que causam por aí – o que se é de duvidar. Deixemos a vida cuidar de cada um, pois nisso ela é incomparável.